White Rabbit, revolucionando o sistema de streaming mundo afora

No final de 2017, uma startup surgiu com novas ideias visando revolucionar o sistema de streaming no mundo, a White Rabbit, que consiste basicamente em uma plataforma para exibição de filmes e séries.

Publicado em 22 de Maio de 2018 por

No final de 2017, uma startup surgiu com novas ideias visando revolucionar o sistema de streaming no mundo, a White Rabbit, que consiste basicamente em uma plataforma para exibição de filmes e séries. Ela concederá aos usuários a capacidade de oferecer recompensas através do sistema P2P e da utilização da Blockchain da rede Ethereum.

A startup veio justamente numa época em que a demanda por conteúdo só aumenta – seja filmes, séries ou animes, é difícil encontrar pessoas que não apreciem passar tempo assistindo algo de boa qualidade. A partir dessa procura, é possível perceber cada vez mais empresas de streaming em ascensão: Hulu, Amazon e, principalmente a Netflix, que conta com mais de 118 milhões de assinantes.

O problema

Partindo do problema das empresas de streaming: em seus primórdios, a Netflix, por exemplo, funcionava distribuindo conteúdos, comprando os direitos de séries e filmes e apenas reproduzindo-as em seu catálogo, o que gerava lucros ao criador e uma vasta gama de séries, filmes, desenhos, documentários, etc. Esse sistema mudou, sendo que atualmente, as plataformas de streaming priorizam a produção de seus próprios produtos, visando, em primeiro lugar, o lucro, e, posteriormente o que os usuários desejam assistir e o bem-estar dos cineastas.

Outro agravante é a pirataria – existem diversos sites que disponibilizam conteúdos de forma ilegal. Isso prejudica o setor em suas mais profundas camadas, e envolve principalmente artistas que investem tempo e dinheiro e não são recompensados por seu trabalho.

A solução

A solução que a White Rabbit traz: criar um ecossistema diferente de todos, onde criadores de conteúdo, detentores de direitos, sites de streaming, desenvolvedores, terceiros e principalmente o Rabit Hole se unirão para trazer as melhores séries e filmes de forma legal para os usuários.

Mas como? A plataforma disponibilizará uma biblioteca personalizada e um plugin para os clientes, através do qual o usuário terá acesso a matérias exclusivas, filmes, séries, documentários e muito mais. Desse modo, os indivíduos não precisarão recorrer à pirataria e contarão com o Rabbit Hole, que permitirá que usuários interajam diretamente com os autores de seus filmes favoritos e usem outros aplicativos de terceiros.

O plugin será de extrema importância, e desempenhará a função de reconhecer o conteúdo que está em transmissão, permitindo que os usuários ofereçam Tokens WRT como forma de pagamento ao titular do direito do produto.

Venda dos Tokens

A venda dos tokens está atualmente em pausa por conta do FMA de Liechtenstein, que ainda não concluiu a revisão do token.

Para mais informações, acesse o site oficial do projeto ou suas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/WRJumpIn

Twitter: https://twitter.com/WRJumpIn

Telegram: https://t.me/jumpin

Medium: https://medium.com/@JumpIn

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment