Valor do bitcoin na China: Uma alta de dois anos

As duas maiores corretoras de Bitcoin da China, OKCoin e Huobi continuarão a funcionar, porem sem ter pares de negociação para o Yuan.

Publicado em 5 de dezembro de 2016 por

O valor do bitcoin na China se manteve estável, e com leves aumentos ao longo dos últimos dois anos, os investidores chineses continuam a buscar a moeda como forma de garantir valores.

No mês passado a desvalorização contínua do yuan, moeda chinesa (CNY), tornou crescente a demanda por Bitcoin na China. A tendência era forte o suficiente para ser notada pela imprensa financeira. O The Wall Street Journal publicou um artigo intitulado “investidores chineses compram bitcoin e o yuan cai.”

Publicidade

Publicidade

Nas palavras dos CEOs de câmbio na China

“É muito emocionante ver o atual rali dos preços do bitcoin”, disse o CEO da BTCC, Bobby Lee. “Bem a  tempo! Temos visto volumes de negociação recorde na China neste trimestre, a desvalorização do yuan continua. Eu acho que o preço do Bitcoin pode superar seus valores de 2013, e ter a maior elevação de preços dos tempos atuais, acredito que no início de 2017, atingiremos ou superaremos algo em torno de US $ 1.500.”

“Além da desvalorização do yuan, acho que algumas das principais razões por trás do aumento de 80 por cento do no valor do bitcoin este ano foram, e são, as grandes convulsões políticas e econômicas globais, incluindo o Brexit, a eleição de Trump, a turbulência no setor bancário, o cancelamento da maior denominação bancária da Índia e a introdução de controles de capital mais rigorosos de notas e a crise da Venezuela “, disse Lee. “Eu também acho que a relativa estabilidade do bitcoin e suas melhorias, como a implementação do SegWit este ano, tornaram-no uma escolha segura para os investidores, em comparação a outras altcoins.”

“Olhando a longo prazo, acho que bitcoin vai chegar a vários milhares de dólares norte-americanos, e pode até mesmo chegar a US $ 10.000, antes do próximo bloco de redução em 2020”, concluiu Lee. “Essa previsão faz sentido se você olhar para o quanto os governos continuaram a expansão da oferta de moedas fiduciárias através de impressão, de outras soluções de flexibilização quantitativa de dinheiro e, Lembre-se: como a fonte de dinheiro continua a aumentar rapidamente ao longo do tempo, o preço do bitcoin vai subir porque o preço bitcoin é medido em unidades dessas moedas inflacionadas”.

Publicidade

Publicidade

“Desde a eleição do Trump, o Banco Central da China deixou que o preço do CNY caísse até 7 CNY por cada dólar americano”, disse Arthur Hayes, co-fundador e CEO da BitMEX. “Durante este período, a recente desvalorização, Pequim fechou um dos mais importantes canais de fuga de capitais, a M & A fusões e aquisições. As “empresas chinesas de aquisição no exterior deverão agora obter a aprovação do governo”.

Semelhante ao seu comportamento em outras bolsas, a taxa de câmbio do bitcoin na BitMEX está crescendo visivelmente no momento.

“Para camadas regulares, está ficando cada vez mais difícil escapar do enfraquecimento da CNY “, disse Hayes. “Muitos tentaram escapar para os mercados de commodities após o mercado de ações cair, a propriedade tornou-se inviável. Pequim não está interessada nesta especulação desenfreada e aumentou as exigências de margem, causando um colapso nos volumes futuros de commodities de negociação “.

“O Bitcoin continua a ser um mercado onde as pessoas chinesas podem especular 24 horas por dia, 7 dias por semana, e eles podem converter alguma riqueza em bitcoin como um seguro contra a o enfraquecimento da moeda nacional”, concluiu Hayes. “É por isso que o bitcoin vem sendo negociado em valores máximos durante 2 anos na China.”

“Com a recente campanha publicitária de blockchain diminuindo, muitas empresas iniciantes estão voltando os olhos para o bitcoin”, disse BitKan CEO Leon Liu. “Volumes na BitKan estão sugerindo que o uso do bitcoin na China e em muitos outros mercados emergentes está crescendo. Anteriormente, os usuários chineses estão orientado a especulação, mas o número de usuários reais está aumentando rapidamente. Com base nas estatísticas, estamos otimistas sobre o valor do bitcoin “.

De acordo com os dados da plataforma de negociação interna, Huobi.com, 2 de dezembro viu um aumento abrupto no valor do Bitcoin. Às 10 horas, na China, o valor do bitcoin atingiu o seu nível mais alto desde janeiro de 2014, no máximo em uma alta de 5497 CNY.

“A partir do ambiente de investimento na China, a depreciação do CNY continua, levando a forte demanda por segurança”, disse Jiawei. “E, com a regulação do mercado imobiliário, as pessoas estão olhando para o Bitcoin como forma de se proteger contra a depreciação CNY. E para o bitcoin em si, a consequência deste ano foi um aumento de investidores que prestam cada vez mais atenção à ele”.  

“O banco central tem contribuído para a popularização da moeda digital, a contratação de novos talentos em moeda digital, e anunciando que a iniciativa de moeda digital do banco central concluiu as duas rodadas de revisão”, concluiu Jiawei. “Tudo isso está levando mais pessoas na China a verem o valor real do bitcoin”.

“Nos últimos dois anos, o governo chinês tem tido uma atitude relativamente frouxa em relação bitcoin,” disse o CEO da CHBTC, Dawei Li. “O banco central da China também está se preparando ativamente para emitir sua moeda digital, o que é um sinal positivo para as empresas de bitcoin. E os investidores, com as desvalorizações recentes do CNY, também têm contribuído para legitimar o bitcoin, o que juntamente com as crises macroeconômicas atuais em todo o mundo, acreditamos, levou a fluxos substanciais de capital em bitcoin, uma vez que ele é cada vez mais um ativo seguro aos olhos dos investidores locais.”

Gongshi Tan, da filial chinesa da BTC Media, trocou uma ideia com o mineiro de bitcoin franco chinês e CEO ltc1btc, Zhuo’er Jiang, que disse que ele vê que o preço do bitcoin estar em um “ciclo de mercado de touro… especialmente se completar uma expansão dos blocos, que vai levantar as limitações das transações e endereços IP ativos. O fundador e diretor do Kapronasia, a empresa líder de indústria financeira de pesquisa e consultoria especializada em mercados asiáticos, Zennon Kapron disse:

“Nós também estamos vendo algumas dos principais iniciativas blockchain ruírem, como a R3, que parece estar perdendo os investidores”, disse Kapron. “Embora os bancos que estão se retirando pareçam estar querendo criar suas próprias inciativas, ela também pode representar um estado de espírito que indica um pivô de longo prazo que trará a indústria financeira de volta ao bitcoin”.

“Uma quantidade significativa de dinheiro fluiu para outros lançamentos em cripto, mais notavelmente o Zcash, que teve uma enorme volatilidade no seu mês de lançamento”, concluiu Kapron. “Alguns valores em dinheiro que provavelmente já voltaram ou voltarão para o Bitcoin, especialmente porque o preço do Zcash cai junto com a sua volatilidade.”

As observações de Kapron sobre a tendência “de volta do Bitcoin” parecem interessantes. Na verdade, apesar do interesse suscitado por blockchains alternativas, a única que de fato conseguiu popularidade foi a do bitcoin, essa popularidade é real e atua como um ativo seguro para os investidores, portanto, com uma CNY fraca, é provável que a transferência de valores para o Bitcoin continue ainda mais e mais atraente para os investidores chineses.

“Este foi claramente um ano de blockchain na China, com o envolvimento positivo do governo e de grandes investimentos”, disse John Riggins, Editor de Gongshi Tan. “Enquanto isso, o valor do bitcoin continua firme ao longo desses dois anos.”

Então, o valor do bitcoin vai aumentar?

Com tudo isso, as previsões com relação ao valor do bitcoin para o ano que vem são mais que positivas, a moeda parece que finalmente conseguiu seu lugar ao sol mostrando ao mundo uma tecnologia de ponta e com poucos riscos de fraude. O bitcoin veio pra ficar, e não só para isso, ele mostra que veio pra ensinar um jeito novo de negociar, sem atravessadores e gente querendo tirar proveito do usuário em cada passo da negociação.

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment