11 corretoras de Bitcoins recebem licença para operar no Japão

A equipe da Blockstream anunciou a expansão da cooperação com a DG Lab, dentro da qual está previsto o aceleramento da implementação de tecnologias de Blockchain baseadas na plataforma Elements no Japão.

Publicado em 29 de setembro de 2017 por

A Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA) liberou o funcionamento de onze corretoras de criptomoedas entregando a elas uma licença que permite realizar atividades em todo território do país. Esta notícia, em particular foi compartilhada pelo cnLedger:

Publicidade

Publicidade

Ele também publicou um documento oficial da FSA afirmando que as maiores corretoras criptográficas do Japão e Singapura receberão a licença, incluindo a bitFlyer, a BitBank, a Zaif e a Quoine.

De acordo com o CEO e co-fundador da Quoine, Mike Kayamori, a Exchange que dirige dá grande atenção às questões de segurança e monitora cuidadosamente a segurança dos ativos de seus usuários.

Apesar de ser uma empresa registrada em Singapura, a Quoine Exchange é muito popular entre os usuários japoneses que preferem negociar Bitcoin no par BTC / JPY. Além de atuar em Singapura e no Japão, a Quoine também possui uma unidade no Vietnã.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment