660 Bitcoins confiscados são postos à venda em leilão nos EUA

A chamada chave de alarme – a chave privada de Satoshi Nakamoto para o sistema de sinalização da rede Bitcoin – foi divulgada pela primeira vez ao público nesta terça-feira, 3 de julho, durante a conferência Building on Bitcoin 2018, em Lisboa.

Publicado em 22 de outubro de 2018 por

A Penitenciária Federal dos EUA anunciou hoje um leilão, durante o qual serão vendidos 660 Bitcoins, previamente confiscados por agências de segurança pública. O valor de mercado atual das moedas colocadas à venda é de cerca de US$4,3 milhões. Isso foi relatado pela CoinDesk.

Os Bitcoins oferecidos para venda foram apreendidos durante investigações criminais, civis e administrativas.

O leilão será realizado no dia 5 de novembro e, para participar, quem desejar deve se registrar até dia 31 de outubro e fazer um depósito de US$200 mil.

As licitações serão divididas em duas partes e incluem a venda de seis blocos de 100 BTC cada e mais um bloco de 60 BTC. Participantes do leilão não poderão ver os lances de outras pessoas ou alterar seus próprios lances.

O Escritório esclareceu que parte dos ativos colocados em leilão inclui Bitcoins, apreendidos durante as recentes investigações sobre os casos dos traders Teresa Tetley e Thomas Mario Costanzo. Teresa Tetley foi sentenciada em julho a um ano de prisão sob a acusação de negociar criptomoedas sem a licença necessária e lavagem de dinheiro obtido com o tráfico de drogas.

Os oficiais de justiça não relatam que parte dos Bitcoins apreendidos de Tetley e Costanzo serão colocadas em leilão. No entanto, anteriormente, foi relatado que 40 BTC foram confiscados de Tetley e mais 80 BTC pertenciam a Costanzo.

Dois grandes leilões anteriores para a venda de Bitcoins confiscados foram realizados nos Estados Unidos em janeiro e março deste ano. No primeiro caso, foram vendidos 3.813 BTC e no segundo, 2.170 BTC.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment