A Fundação Ethereum vendeu 90% de seus ETCs

Fundação Ethereum ou a equipe de desenvolvimento já venderam 90% de suas parcelas de Ethereum Classic (ETC) nos últimos seis meses.

Publicado em 11 de janeiro de 2017 por

Vitalik Buterin, co-fundador e desenvolvedor do Ethereum (ETH), revelou em uma comunidade on-line que a Fundação Ethereum ou a equipe de desenvolvimento já venderam 90% de suas parcelas de Ethereum Classic (ETC) nos últimos seis meses.

O Ethereum Classic ou ETC

O Ethereum Classic, é um spin-off do projeto Ethereum, descrito como a continuação da Blockchain Ethereum original por seus fundadores e desenvolvedores, foi criado após a execução de um hard fork controverso projetado para resgatar o dinheiro dos investidores do The DAO.

Publicidade

Publicidade

Mineiros e desenvolvedores que sentiram que Ethereum demonstrou a governança centralizada continuaram a minerar blocos da cadeia do Ethereum original, criando efetivamente outro símbolo chamado Ethereum Classic. As principais exchanges, incluindo a Poloniex, quase imediatamente acrescentaram suporte ao ETC, listando o token em suas listas.

Em 23 de julho de 2016, dia em que o ETC foi listado na Poloniex, o valor de ETC atingiu um terço de Ethereum, levando a debates controversos e discussões em comunidades on-line e fóruns em relação à legitimidade de ETC e ETH.

Os utilizadores detentores de ETH receberam um montante equivalente em ETC em várias plataformas de negociação, incluindo exchanges como a Poloniex. Assim, se um usuário tivesse X quantidade de ETH na Poloniex no momento do hard fork, o usuário foi creditado com a mesma quantidade X de ETC em seu saldo.

Publicidade

Publicidade

A decisão da Ethereum Foundation de vender ETC

Como concorrente do Ethereum Classic, a decisão da Ethereum Foundation de vender a maioria de seu ETC já estava disponível na época da dificuldade e da introdução do ETC.

Na verdade, Vitalik Buterin afirmou firmemente que não planejava trabalhar com a equipe do ETC em agosto de 2016. Ele também disse à comunidade Ethereum que, mesmo se o preço ETC ultrapassasse o ETH, ele não apoiaria o ETC.

No entanto, é importante notar que o Ethereum Classic está sendo apoiado por alguns dos maiores números dentro do mercados chinês de Bitcoin e criptocorrência. As exchanges, incluindo o BTCC e investidores como Chandler Guo, declararam publicamente que apoiam o Ethereum Classic, uma vez que demonstra uma governação descentralizada e uma visão clara e inovadora.

Em novembro, o BTCC solidificou sua posição no debate ETH-ETC, selecionando o Ethereum Classic sobre Ethereum.

Opinião

Na minha modesta opinião, a intervenção dos desenvolvedores do ETH na blockchain mostra um tipo de controle que a comunidade de moedas virtuais está louca para se livrar. Mas de que adianta se livrar de governos e cair nas mãos de desenvolvedores físicos? Seria o mesmo que trocar seis por meia dúzia, se não pior.

Quem entra no mundo das moedas virtuais está em busca de liberdade de mercado, mesmo que ocorram roubos aqui e ali, ainda assim a intervenção direta na blockchain mostra que ela pode ser modificada conforme a vontade dos desenvolvedores, e isso de forma alguma me parece saudável.

Aqui também vale lembrar que a fundação ETH lançou mão de vários artifícios, que andam pela linha cinza da legalidade, na tentativa vã de sufocar a nova moeda criada (o ETC). Eles inclusive estavam sob risco de serem investigados pelo dump aplicado na ocasião da criação do ETC. O ETH surgiu no mercado com a declaração singela de que era “a blockchain inteligente, e que em breve tomariam o lugar do Bitcoin”. Menos de um ano depois, o ETH ainda tenta decolar patinando na neve. Honestamente eu prefiro a blockchain burra do Bitcoin!

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment