ABCC lança token próprio e programa de referência

A ABCC de Singapura anunciou o lançamento do programa de referência e o lançamento de seus próprios tokens ABCC Platform Token. O Token ABCC está com seu lançamento programado para 9 de julho de 2018, com uma produção total de 210 milhões de unidades. Este número é final e não aumentará no futuro.

Publicado em 8 de julho de 2018 por

A ABCC de Singapura anunciou o lançamento do programa de referência e o lançamento de seus próprios tokens ABCC Platform Token. O Token ABCC está com seu lançamento programado para 9 de julho de 2018, com uma produção total de 210 milhões de unidades. Este número é final e não aumentará no futuro.

Metade dos tokens será liberada através do mecanismo Trade-to-Mine. A segunda parte será gerada automaticamente em uma velocidade similar à ToM e distribuída entre os investidores do projeto ABCC e seus criadores.

Os tokens da ABCC servem como uma medida para determinar a quantidade de recompensa para usuários. A corretora planeja distribuir 80% da receita diária de comissões por transações entre participantes da plataforma, dependendo do número de tokens que eles possuem.

A abordagem Trade-to-Mine implica que os tokens sejam gerados pelos usuários da plataforma ABCC durante transações comerciais na corretora. Isso significa que, quanto mais negociações um trader realiza, mais tokens ele recebe.

Nesse caso, o modelo da emissão de tokens ToM é semelhante ao usado pelo Bitcoin. No início, a rede Bitcoin “recompensava” os mineradores com 50 BTC por cada bloco resolvido. A cada 4 anos, o valor da remuneração era cortado pela metade e, hoje em dia, o mesmo é de 12,5 BTC. Dessa forma, a complexidade da mineração de Bitcoin cresceu gradualmente, aumentando, assim, o custo da criptomoeda no mercado.

“Escolhemos um caminho semelhante. Nossa plataforma gerará um bloco quatro vezes por dia. O bloco conterá um número estritamente fixo de tokens. A cada 120 dias, seu número será cortado pela metade. As moedas dos blocos serão distribuídas entre os traders, dependendo do volume de suas transações. Essa abordagem garantirá um crescimento financeiro estável para os usuários (especialmente para os primeiros a aproveitarem da mesma) e garantirá que eles se beneficiem da mineração”, comentaram representantes da ABCC.

Vale ressaltar que traders podem obter tokens adicionais participando do programa de referência:

  • Um participante recebe 10 tokens para cada usuário convidado;
  • 10 tokens adicionais são emitidos para cada quinto usuário convidado;
  • 30 tokens adicionais são emitidos para cada décimo usuário convidado;
  • Um participante que traz cinquenta usuários para o site recebe 250 tokens.

O programa de referência fornece prêmios para mineração por usuários convidados. Os traders recebem 20% das recompensas recebidas por usuários referidos usando o TOM e 10% das recompensas ganhas por usuários referidos dos usuários referidos. Já os próprios usuários convidados recebem 10% a mais de tokens para mineração.

“Esperamos que nossas iniciativas contribuam para o crescimento e desenvolvimento da indústria de criptomoedas, recompensem membros ativos do site e atraiam novos traders. Os primeiros dois mil mineradores terão a oportunidade de participar da pré-mineração: para isso, será necessário preencher o formulário no site, depositar US$50 na carteira e passar pelo procedimento KYC”, notou a ABCC.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment