Accenture submete pedido de patente para hardware que aumenta velocidade de transações de Blockchain

A Microsoft Corporation e a empresa de consultoria Accenture entraram em um novo consórcio, cuja principal atividade será buscar soluções conjuntas no campo da identificação digital.

Publicado em 8 de agosto de 2018 por

A Accenture, empresa de consultoria, apresentou um pedido de patente para um hardware projetado para aumentar a velocidade e segurança das transações na Blockchain. Isso foi relatado pela CCN.

Além disso, o aplicativo denominado Hardware Blockchain Acceleration descreve uma tecnologia que aumenta a segurança de aplicativos que suportam as cadeias nas quais as transações são realizadas.

O pedido foi submetido em 2 de agosto e, como expressa a Accenture, a necessidade dessa solução se deve ao rápido desenvolvimento de tecnologias eletrônicas e de comunicação, que resulta em novas ameaças à segurança. Nota-se também que não apenas organizações, como também os indivíduos têm a necessidade de execução segura e eficiente de transações complexas.

Os autores do pedido dizem que o nível mais alto de segurança e dimensionamento que fornecido pela invenção deles se deve ao fato de que a criptografia e descriptografia de dados são realizadas não apenas no nível do hardware, mas também com a ajuda de software e não se limitam a apenas um desses métodos. A implementação da solução pode ser realizada com a ajuda de várias combinações de hardware e software.

“Por exemplo, todas ou algumas partes de implementações podem ser um conjunto de circuitos que inclui CPU, um microcontrolador ou microprocessador, um circuito integrado específico (ASIC), um dispositivo lógico programável (PLD) ou uma matriz lógica programável (FPGA). Eles também podem ser um conjunto de circuitos, incluindo lógica discreta ou outros componentes do circuito, por exemplo, componentes de circuitos analógicos, componentes de circuitos digitais ou qualquer combinação deles”, afirma o pedido.

Além disso, as instruções para execução podem ser armazenadas de várias formas, incluindo memória flash e discos magnéticos ou ópticos (unidades HDD, CD-ROMs, PROMs apagáveis, memória somente leitura, memória de acesso aleatório).

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment