Primeiro, a febre do Ripple aqueceu as ações da Western Union. Agora, é a vez da Seagate Technology, cujos acionistas conseguiram levantar lucros substanciais devido aos rumores de que a empresa possui conexões com a terceira maior moeda digital.

Primeiro, a febre do Ripple aqueceu as ações da Western Union. Agora, é a vez da Seagate Technology, cujos acionistas conseguiram levantar lucros substanciais devido aos rumores de que a empresa possui conexões com a terceira maior moeda digital.

Os valores mobiliários da Seagate – maior fabricante de discos rígidos e soluções de armazenamento – começaram a crescer depois que um blogueiro pouco conhecido sugeriu que a empresa havia adquirido participação na empresa Ripple.

Alguém chmado ValueStreet Research escreveu na segunda-feira, 8 de janeiro, no site Seeking Alfa procurativo:

É possível que a Seagate possua mais de 4% da Ripple. Se a Seagate manteve seu investimento no Ripple, agora esse pode ser de US$7,8 bilhões ou dois terços da capitalização de mercado da empresa.

Na segunda-feira, as ações da Seagate subiram em cerca de 6,4%, para US$45,71 e atingiram o máximo desde maio de 2015.

A empresa de tecnologia participou de duas rodadas de financiamento da Ripple (isto é indicado no site oficial). No momento, não está claro, porém, se a empresa mantem sua colaboração. A própria Seagate não fez comentários sobre esta situação.

A Bloomberg cita o analista do Suskehanna Financial Group, Mehdi Hosseini, que escreveu em suas notas aos clientes:

Não consideramos isso um motor essencial do crescimento, dado que é um investimento de capital, não investimento em tokens, ou seja, não se trata de uma fonte líquida de dinheiro.

Ainda no dia 8 desse mês, as ações da Western Union subiram 7,8% para US$22,21. Anteriormente, no dia 5 de janeiro, as ações foram valorizadas em 5,9%, quando um site igualmente desconhecido chamado Ripple News informou que a Western Union está negociando a introdução do XRP em 2018.