Alfa-Bank torna-se segundo participante russo no consórcio de Blockchain R3

O Alfa-Bank russo anunciou oficialmente sua entrada no consórcio de Blockchain R3. A organização já inclui as maiores instituições financeiras globais, incluindo instituições como Bank of America, Credit Suisse, Goldman Sachs, JPMorgan, Barclays, Deutsche Bank, Commerzbank, Citibank, Morgan Stanley, etc.

Publicado em 2 de Abril de 2018 por

O Alfa-Bank russo anunciou oficialmente sua entrada no consórcio de Blockchain R3. A organização já inclui as maiores instituições financeiras globais, incluindo instituições como Bank of America, Credit Suisse, Goldman Sachs, JPMorgan, Barclays, Deutsche Bank, Commerzbank, Citibank, Morgan Stanley, etc.

“Esta é uma excelente oportunidade para integrar instituições financeiras conhecidas e a experiência da Rússia na estrutura financeira global que está sendo criada com base no Corda”, afirmou Alexei Blagirev da FintechLab, gerente do projeto nos países CIS.

Como diz a mensagem, a participação do Alfa Bank na associação R3 “permitirá uma nova etapa no desenvolvimento de sistemas de Blockchain para todo o setor bancário doméstico e, no futuro, proporcionará uma oportunidade de fornecer aos clientes soluções de produtos mais convenientes e acessíveis”. Vale ressaltar que rumores a respeito disso surgiram pela primeira vez em outubro do ano passado.

“A adesão ao consórcio de Blockchain R3 é um importante marco na integração do Alfa Bank, o primeiro banco participante russo e, no futuro, de toda a comunidade bancária russa na nova infraestrutura financeira global. Esta é uma excelente oportunidade para criar novos instrumentos para realizar transações financeiras juntamente com os principais players do mercado global, bem como acelerar significativamente a liquidação mútua de transações e reduzir o custo de operações individuais”, acrescentou Maria Shevchenko, diretora operacional do Alfa-Bank.

Note que enquanto no título do comunicado de imprensa oficial afirma-se que Alfa-Bank é o primeiro participante russo no consórcio internacional de Blockchain R3, de fato, este não é o caso: em outubro de 2016, a plataforma QIWI ingressou na organização. Além disso, em abril do ano passado, devido a sanções, o consórcio negou a adesão por parte do Sberbank.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment