Análise de preço das altcoins: quebra dos limites inferiores à vista

A tendência ascendente que perdurou nas duas últimas semanas terminou com uma profunda correção nesta quarta-feira, dia 25 de abril, quando o Bitcoin, quase superando os US$9,8 mil, perdeu mais de US$1 mil em valor em menos de 12 horas e provocou a queda do restante do mercado criptomonetário.

Publicado em 14 de novembro de 2018 por

O mercado das altcoins esteva caindo ao longo da semana atual. Por enquanto, o quadro técnico de médio prazo descreve o estado do mercado como uma consolidação ou “lateral”. Em pouco tempo, este movimento prolongado pode resultar na quebra do limite inferior. Em outras palavras, o mercado está quase “pronto” para completar a correção e continuar o desenvolvimento de uma tendência de baixa.

Nesteartigo, falaremos sobre possíveis cenários para o movimento de preços de algumas das mais populares altcoins.

Bitcoin Cash

O quadro técnico atual do Bitcoin Cash mostra o desenvolvimento de uma tendência de baixa local para a linha de suporte do canal principal. Vale notar que no momento, as cotações estão presas dentro do corredor lateral corretivo. A resistência está no nível de US$536, enquanto que o suporte está em torno de US$495,36.

A quebra da resistência permitirá que o crescimento continue e atinja pelo menos US$588,36, e a superação desse nível, por sua vez, mudará o quadro técnico de médio prazo em favor do desenvolvimento de uma tendência de alta. Em ordem de prioridade, no entanto, vale considerar o cenário com uma quebra da linha de suporte local e uma queda ainda maior para o suporte principal em US$408,62.

Um fator de confirmação a favor da redução será a transição do histograma MACD para a zona negativa, seguida pela Cruz Negra. Com um declínio crescente, uma convergência será formada nos indicadores MACD e Stochastic, o que pode alertar sobre uma reversão após atingir as metas locais.

EOS

Do ponto de vista da análise técnica, o cronograma de 1 hora para o EOS mostra um retorno para dentro do “Triângulo” corretivo anterior após uma falsa quebra da linha de resistência. A atual tendência de baixa já chegou perto do suporte principal na área de US$5,09 – a quebra desse nível abrirá o caminho para uma redução até o nível de suporte de projeção: US$4,88.

Vale notar que uma convergência está sendo formada nos indicadores MACD e Stochastic, o que pode indicar o desenvolvimento de um crescimento corretivo após atingir a linha de suporte alvo. Além disso, não se pode descartar a possibilidade de superar a linha local de resistência na marca de US$5,35, seguido de um aumento para a principal resistência de US$5,75.

Ethereum

A primeira coisa que chama atenção no gráfico de 1 hora para o Ethereum não é a atual tendência de baixa, mas sim sua desaceleração no contexto da emergente convergência nos indicadores MACD e Stochastic. No momento, as cotações estão testando a linha de resistência do canal de médio prazo de um lado e do outro, a linha de suporte do canal de curto prazo – esses dois fatores podem indicar uma continuação da quebra do nível de suporte em US$202,12 e a continuação do declínio para a linha de suporte do corredor de correção de médio prazo (marca de US$197,55).

Dada a formação de convergência nos indicadores, é possível supor que, após atingir a linha de suporte, o mercado reverterá. Como o principal sinal para o desenvolvimento de uma tendência de correção, cita-se a possível quebra da linha de resistência do canal descendente perto da marca de US$204,85. Já os objetivos para essa correção podem ser localizadas em US$207,77 e US$211,00.

Litecoin

O gráfico de 4 horas para o Litecoin mostra o desenvolvimento de uma tendência de baixa. O objetivo desse declínio é a linha de suporte para o “triangulo” global de consolidação (nível de US$47,52). Se o mercado conseguir superá-lo, então será possível esperar por um declínio até a linha de projeção de suporte do canal emergente em torno de US$42,60.

Levando em conta a permanência das linhas do indicador Stochastic na zona de sobrevenda, pode-se supor que após atingir a linha de suporte alvo e a formação da Cruz de Ouro, o mercado reverterá para a resistência perto da marca de US$52,10.

XRP

No gráfico de 1 hora para XPR, é possível observar que as cotações estão desenvolvendo a dinâmica de um movimento descendente, mas dentro da estrutura de um canal ascendente maior. As tendências locais e de prazo extremamente curto podem ser chamadas de “clássica lateral correcional”. Nesse caso, vale considerar a possibilidade de uma quebra da linha de suporte local e uma diminuição para testar o principal suporte em US$0,48 – sua quebra abrirá o caminho para que as cotações sejam ainda mais reduzidas e cheguem ao nível de suporte alvo em US$0,44.

Os fatores que confirmam essa teoria são os indicadores MACD e Stochastic. Além do acima mencionado, é importante considerar também a opção de quebra do nível de resistência em US$0,51 e aumento para o nível de US$0,53, uma vez que a fase corretiva pode demorar.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment