Análise do preço da Bitcoin: crescente incerteza

A tendência ascendente que perdurou nas duas últimas semanas terminou com uma profunda correção nesta quarta-feira, dia 25 de abril, quando o Bitcoin, quase superando os US$9,8 mil, perdeu mais de US$1 mil em valor em menos de 12 horas e provocou a queda do restante do mercado criptomonetário.

Publicado em 20 de agosto de 2017 por

Os últimos dias foram marcados por certa flexibilização do movimento ascendente no preço da Primeira moeda digital e a revitalização do Bitcoin Cash. Agora, vamos a uma analise do panorama atual do Bitcoin.

Conforme previsto na última edição dos analistas, as compras na área de US$ 4.300-4.400 eram bastante perigosas, já que muitos adeptos do comércio em prazos pequenos preferiam fechar suas posições e depois de trabalhar com um pequeno triângulo no gráfico de 1 hora, o preço do Bitcoin foi reduzido.

Agora, o Bitcoin vem sendo comercializado no corredor 3880-4480 Dólares e vai pendurado na deriva lateral até atingir o limite superior ou inferior. Na fase final, espera-se um movimento de cerca de US$ 500-600 em relação à desagregação (US$ 3.300-3.200 e US$ 5.000, respectivamente).

Análise do preço da Bitcoin: crescente incerteza. BTCSoul.com

BTC/USD, H1

Em primeiro lugar, vale a pena considerar a opção de queda, pois muitos que fecharam suas posições estão esperando para voltar ao mercado.

Curiosamente, se você puxar os níveis Fibo desde o início do último crescimento (US$ 1.800), o primeiro nível será localizado apenas na área do suporte atual, ou seja US$ 3880!. Além disso, o nível de 38,2% (a que o preço geralmente vem com pullbacks) está localizado em torno de US$ 3550 e o terceiro nível de Fibo – em 50% – está localizado na zona US$ 3.250. Acredita-se que será entre essas zonas, US$ 3550-3200, com uma diminuição nas compras e comércio mais ativos.

Análise do preço da Bitcoin: crescente incerteza. BTCSoul.com

BTC/USD, H4

Publicidade

Publicidade

No gráfico semanal também não está muito bom para touros (uma vela semanal tem uma longa sombra). Se fechassem logo abaixo de US$ 4.000, então seria um clássico doji e há um momento de incerteza. No entanto, em qualquer caso, muitos fatores indicam a incerteza dos touros e o início do predomínio do sentimento de baixa.

Análise do preço da Bitcoin: crescente incerteza. BTCSoul.com

BTC/USD, semanalmente

No contexto de desacelerar a dinâmica de crescimento de preços para a moeda principal, as Altcoins estão lentas, para aproveitar o momento favorável e estão crescendo de forma muito seletiva. Há pelo menos duas razões fundamentais para isso: o Bitcoin Cash e a ameaça de exclusão dos tokens padrão ERC-20 das principais corretoras de criptomoedas americanas, Poloniex e Bittrex, de acordo com a SEC, esses tokens são semelhantes aos valores mobiliários. Mas a “velha guarda” – Dash, Zcash, Monero e Litecoin acordaram para a vida.

Vale a pena mencionar o Ethereum, e mostrar por que vale a pena pensar sobre como mantê-lo no portfólio. Ethereum teve uma alta e andou sendo negociado por US$ 330 em meados de junho. Depois disso, o preço caiu fortemente.

Seu preço ficou então na área de US$ 180, o preço saiu do nível de 61,8% de Fibo e desenhou um duplo fundo – um sinal muito bonito para comprar. Só então ficou evidente que, talvez, o preço esteja na terceira onda de crescimento. Se assim for, o custo da ETH deverá atingir pelo menos US$ 700. Talvez a situação com o Hard Fork planejado do Ethereum ajude nisso.

Análise do preço da Bitcoin: crescente incerteza. BTCSoul.com

ETH/USD, diariamente

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment