Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás?

Nessa quarta-feira, dia 29 de novembro, apenas 24 horas após quebrar a barreira psicológica dos US$10 mil, o preço da Primeira Moeda continuou com seu impressionante crescimento, superando a marca de US$11 mil como resultado.

Publicado em 21 de Maio de 2018 por

Para os traders que negociam ativamente Bitcoins durante o dia e a médio prazo, a principal intriga da semana anterior foi a linha de tendência descendente no gráfico de quatro horas – o preço a alcançou por diversas vezes, o que foi seguido por vendas massivas e atualizações do mínimo local. Na tarde de domingo, no entanto, houve uma quebra, e o Bitcoin subiu para a marca de US$8,5 mil.

Nesse artigo, falaremos sobre possíveis cenários para o movimento de preço do Bitcoin e um pouco sobre o Ethereum.

Supõe-se que agora o preço não ficará abaixo de US$8 mil e esteja se movendo para a área de US$10 mil com subsequente crescimento para US$11,7 mil. Ou seja, nada muda no layout global.

Detalhamento da linha de tendência local no gráfico de quatro horas:

Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás? BTCSoul.com

A linha pontilhada amarela representa a tendência local, que foi perfurada no domingo.

Se o cronograma for ligeiramente reduzido, é possível perceber que a resistência agora mudou para a zona entre US$9 mil e US$9,5 mil e o nível de US$10 mil não parece mais tão forte. Dessa forma, com um alto grau de probabilidade, pode-se dizer que, após uma quebra de US$9,5 mil, a marca de dez mil pode ser superada ser problemas.

Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás? BTCSoul.com

A situação no gráfico de H4 — a forte linha de tendência em torno de US$9,5 mil

E aqui está a mesma situação no gráfico diário. Em meados de abril, um triângulo e uma linha de tendência descendente foram quebrados, o que pesou no curso do Bitcoin desde janeiro. Depois disso, um triângulo mais plano foi formado, dentro do qual o atual movimento está ocorrendo. Após sua quebra, a marca de US$ 11,7 mil será atingida rapidamente.

Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás? BTCSoul.com

O layout global não muda.

Para muitas populares altcoins, os gráficos atuais parecem iguais, desenhando triângulos grandes e alinhando-se exatamente abaixo dos níveis de resistência. Isso sugere que um movimento ascendente muito forte está por vir em junho – julho.

Uma figura dodji recentemente formada complementará o sentimento geralmente positivo na próxima semana, já que neste contexto, ela atua como uma vela de reversão.

Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás? BTCSoul.com

O gráfico mensal, no entanto, até agora não parece tão positivo: a vela atualmente possui um corpo pessimista e nos 10 dias restantes, será preciso atingir a marca de US$10 mil, caso contrário, os vendedores terão novamente sua chance.

Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás? BTCSoul.com

Ethereum

A segunda criptomoeda em termos de capitalização formou um recuo após a primeira onda de crescimento. Houve um novo acúmulo de volumes e agora ela está pronta para desenvolver sucesso juntamente ao Bitcoin.

Análise de preço do Bitcoin: a correção ficou para trás? BTCSoul.com

ETH/USD, gráfico diário

A nova meta será a marca de US$1 mil.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment