A Coinbase, principal empresa de Bitcoin, confirmou oficialmente planos para adicionar suporte ao protocolo Segregated Witness (SegWit).

Michael Li, chefe do departamento analítico do LinkedIn, assumiu o cargo de vice-presidente de processamento de dados da Coinbase. Li deu informações em seu blog no Medium.

Ele participará da missão da Coinbase de “criar um sistema financeiro aberto para o mundo”. Em sua opinião, na indústria criptográfica existe infinitas possibilidades de usar os dados.

Li acrescentou que os dados ajudarão a Coinbase a oferecer aos clientes uma melhor qualidade dos produtos e serviços criptomonetários.

“Para o processamento de dados, usaremos as duas tecnologias existentes, como aprendizado de máquina e inteligência artificial, bem como inovadoras soluções que nos ajudarão a explorar novas formas de usar a tecnologia de Blockchain”, escreveu.

Antes de ingressar na Coinbase, a carreira de Michael Li estava ligada ao “empoderamento de pessoas”, à aplicação de dados no setor financeiro, ao comércio eletrônico e a redes sociais.

Vale ressaltar que anteriormente relatamos que a Coinbase estabeleceu o cargo de Diretor de Conformidade Legal.