"Muito provavelmente, o Bitcoin será vendido como parte de uma licença para serviços de corretagem, e as corretoras, e mesmo bancos, poderão vendê-lo", disse Moiseyev.

Na Rússia, é necessário apoiar o desenvolvimento de ICOs a nível legislativo, já que essa forma de atrair investimentos pode afetar positivamente a economia do país. Isto foi relatado pela agência “Moscou”, referindo-se à declaração de Anatoly Aksakov, presidente do comitê da Duma para o mercado financeiro.

Ele observou que, de acordo com alguns especialistas, o volume de fundos arrecadados através de ICOs aumentou 60 vezes, mas não especificou em que período.

“Se funcionar dessa maneira, precisamos criar condições e, possivelmente, funcionará bem inclusive para nós. Ainda mais porque todos dizem que a maioria dos participantes de ICOs falam russo”, observou o deputado.

De acordo com Aksakov, o volume de recursos arrecadados através de ICOs na Rússia é desconhecido. No entanto, sabe-se que no resto do mundo, esse número no primeiro trimestre de 2018 foi de US$3,3 bilhões.

Vale ressaltar que no início de maio, os deputados da Duma aprovaram em primeira leitura o projeto de Lei Federal “Sobre Ativos Financeiros Digitais”, que, em particular, especifica as regras gerais para a regulação do mercado de ICOs.