A NEM Foundation está desenvolvendo um mecanismo para rastrear e marcar automaticamente os tokens XEM para evitar ataques de hackers – semelhante ao que a Coincheck sofreu recentemente.

A Apple Store agora conta com uma carteira para a moeda criptográfica NEM (XEM).

nem wal

Recentemente, a moeda criptográfica da NEM tem demonstrado um crescimento estável, o que permitiu que a mesma ocupasse o 8º lugar em termos de capitalização:

NEM-1024x436-min

Dados: coinmarketcap

Nas últimas 24 horas, a Criptomoeda valorizou em 10%, e na última semana totalizou uma alta de preços de cerca de 35,72%. Em termos de capitalização de mercado, a NEM concorre com Monero e Ethereum Classic.

O volume da oferta de criptomoeda NEM é fixo (9 milhões tokens), nenhuma emissão adicional está prevista. A principal corretora de negociação da moeda é a Poloniex.

A rede pública NEM foi lançada em 31 de março de 2015. Mais tarde, a equipe da moeda, em parceria com a Tech Bureau, a operadora da corretora de criptomoedas japonesa ZAIF, desenvolveu uma rede privada para transações bancárias, a Mijin. A chave pública da NEM e a cadeia privada da Mijin podem ser facilmente conectados pelo protocolo de internet.

A equipe de pesquisa do NRI (Nomura Research Institute), comissionada pelo maior banco do Japão, o SBI Sumishin Net Bank, por três meses, conduziu testes com a Mijin em 2,5 milhões de contas bancárias, realizando mais de 2 milhões de transações por dia. Os resultados confirmaram a alta confiabilidade e robustez da rede a erros e influências externas.

De acordo com o gerente de projeto da NEM, Jeff McDonald, vários bancos já estão integrando a Mijin em seus projetos, uma vez que esta solução garante privacidade e alta velocidade de transação, bem como o cumprimento da política da KYC (Know Your Client – Conheça Seu Cliente).

No ano em curso, uma grande atualização é esperada sob o nome Catapult, durante o qual NEM irá mudar de Java para C + +. A nova versão da rede privada é testada para uma operação estável com uma velocidade de até 3000 transações por segundo. A renovação ocorrerá primeiro em um bloco privado de Mijin, e depois na cadeia pública NEM.

O blockchain NEM trabalha com base no conceito de PoI (Prova de Importância, modificação da Prova de Participação – PoS ). No entanto, ao contrário do PoS, além de provar o armazenamento de uma certa quantia de dinheiro, o PoI também leva em conta a atividade do usuário – o número de transações realizadas por ele. O recebimento de uma recompensa para o bloco na rede NEM é chamado de “colheita”.