AsicBoost contradições no espaço Bitcoin

Publicado em 7 de abril de 2017 por

Representantes de diferentes áreas de desenvolvimento do Bitcoin chegaram a um novo patamar de desacordo, depois que o desenvolvedor do Bitcoin core, Gregory Maxwell acusou alguns mineiros de intencionalmente estarem realizando atividades que prejudicam a estabilidade da rede.

De acordo com Maxwell, o maior produtor de equipamentos de mineração, a Bitmain em modo secreto verifica o algoritmo de otimização de protocolo conhecido como AsicBoost. Usando esse protocolo, o equipamento da Bitmain, supostamente, encontra os blocos aproximadamente 20% mais rápido do que os concorrentes.

Como contramedida, Maxwell saiu com uma nova proposta, cuja implementação foi projetada para impedir o uso do AsicBoost.

Talvez toda essa situação não tivesse recebido tanta atenção pública, exceto pelo fato de que o algoritmo de otimização não tivesse sido previamente patenteado por um grupo de pesquisadores alemães liderados por Timo Hanke. Tecnicamente, incluindo a manipulação não tradicional, o algoritmo permite reduzir a parte das operações matemáticas necessárias para encontrar um hash válido.

Também entre as pessoas diretamente envolvidas na patente, estava Sergio Lerner, da RSK Labs da Argentina, que há algumas semanas recebeu US$ 1 milhão em investimento da Bitmain.

O algoritmo AsicBoost foi apresentado ao público em 2014, e já nessa época levantou questões – principalmente sobre a existência de patente para solução da rede aberta do Bitcoins.

Publicidade

A cronologia dos eventos recentes, que incluiu a versão que a Bitmain, vem usando o AsicBoost, bloqueia ativamente a ativação do protocolo Segregated Witness juntamente com seus mineiros, foi descrita em detalhes no blog pessoal do negociante de criptomoedas Whale Panda.

WhalePanda também alega que esta prática confirma totalmente a intenção da Bitmain de, a qualquer custo, executar o Bitcoin Unlimited.

gRBbGvQ1-min

A fabricante de chips chinesa, no entanto, discorda categoricamente de tais acusações, tendo publicado na sexta-feira, 7 de abril, uma entrada correspondente em seu blog.

“A Bitmain estava experimentando a AsicBoost na rede de teste, mas nunca o fez na principal rede do Bitcoin, como Gregory “MaquiaVell” argumenta. Essas alegações envenenam a comunidade Bitcoin, e pedimos mais evidências a serem submetidas às nossas alegações. Os cálculos matemáticos de Maxwell estão errados, e este método não pode ser considerado do ponto de vista da aplicação prática “, diz o blog da Bitmain.

Antes disso, o famoso líder, Emin Gün Sierer disse sobre as declarações precipitadas de Gregory Maxwell. De acordo com o professor da Universidade de Cornell, no momento não há evidência de que a Bitmain tenha realmente usado o AsicBoost.

Riscos de patentes na rede Bitcoin

Os algoritmos tradicionalmente utilizados no Bitcoin estão abertos a todos e podem ser usados livremente por qualquer pessoa para oferecer a melhor implementação aos mineiros e usuários.

O surgimento da otimização proprietária, cujo uso só é possível com o consentimento do “proprietário”, e possivelmente com o pagamento de uma comissão, cria um precedente bastante desagradável, o qual pode ter várias consequências negativas.

Em primeiro lugar, se a comunidade permitir a introdução de elementos proprietários nos processos básicos do Bitcoin, o sistema será gradualmente removido do espaço público e seus componentes críticos serão hospedados pelos “proprietários”, que lucrarão com seus usos por demais usuários.

Publicidade

Os donos de componentes proprietários também são livres para vender suas patentes para aqueles que pagam mais. Talvez, até mesmo para aqueles que estão mais interessados em tornar tão difícil quanto possível o uso do Bitcoin. Isso cria um vetor adicional de ataque em todo o sistema.

“Patrulha dos trolls” já criou um monte de problemas para a indústria de software tradicional, e se eles tiverem a oportunidade, eles não vão perder tempo e irão sim complicar a vida das empresas existentes no ecossistema Bitcoin.

Além disso, as restrições de patentes e sua conformidade são reguladas pela esfera do Estado. Se o Bitcoin começar a adquirir proibições e restrições que serão ditadas por mecanismos externos em relação ao sistema, pode ocorrer uma maior expansão gradual desses elementos para partes mais importantes do sistema.

Por exemplo, é possível um cenário em que leis começarão a ditar outros elementos de processos dentro do ecossistema Bitcoin. Assim, os proprietários de patentes podem começar a exigir que os licenciados cumpram os requisitos AML/KYC ao adicionar transações para o bloco.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment