Autoridades da Bolívia realizaram prisões em massa de usuários Bitcoin

As estruturas de poder da Bolívia prenderam na semana passada 60 entusiastas de Bitcoin e outras criptográficas, acusando-os de atividades de investimento publicitário que tenham sinais de esquemas de vários níveis (a famosa pirâmide).

Publicado em 31 de maio de 2017 por

As estruturas de poder da Bolívia prenderam na semana passada 60 entusiastas de Bitcoin e outras criptográficas, acusando-os de atividades de investimento publicitário que tenham sinais de esquemas de vários níveis (a famosa pirâmide). Isso foi relatado pela revista Bitcoin.

A detenção foi realizada a pedido da Autoridade de Supervisão do Sistema Financeiro da Bolívia (ASFI).

Publicidade

Publicidade

“Essas pessoas estão envolvidas na divulgação de informações falsas, elas enganam outras pessoas para tomar seu dinheiro”, diz Lenni Valdivia Bautista, diretora da ASFI.

Desde 2014, o Banco Central da Bolívia considera o Bitcoin e as outras criptomoedas como pirâmides financeiras. Na verdade, a nação tornou-se o primeiro Estado do mundo a proibir completamente o uso de moedas que não sejam emitidas e controladas pelo governo.

É essa proibição que deveria ter causado as recentes prisões. Na declaração da ASFI foi informado que os detidos distribuíram folhetos com publicidade do Bitcoin e, também, trocaram moedas criptográficas na rede.

Publicidade

Publicidade

Mais cedo, um dos entusiastas de criptomoedas bolivianos disse que os usuários de Bitcoin neste campo se comunicam através de redes sociais e os acordos comerciais são concluídos em pequenos grupos fechados e, muitas vezes, são realizados pessoalmente.

Aparentemente, as autoridades não ignoraram esse aspecto: a ASFI também enfatizou que continuará a monitorar os cidadãos do país que continuem a promover o uso de Bitcoin em redes sociais e outros sites.

Note-se que a Bolívia não é o primeiro país da América Latina que caça ativamente usuários de Bitcoin. Como relatamos anteriormente, nos últimos meses, a busca ativa dos mineiros de Bitcoin foi iniciada pelas autoridades venezuelanas que, nem sempre, atuam de forma legítima.

Não entendo porque ou como um governo se acha no direito de dizer às pessoas o que elas podem ou não fazer com o dinheiro que ganham através de seus esforços e trabalhos. Os governos é que deveriam dar satisfações do fazem com o dinheiro dos impostos, uma vez que esse sai do bolso dos contribuintes.

O governo não deveria atuar com pai e/ou mãe das pessoas. Pais têm a obrigação de ensinar a seus filhos, o governo, atualmente, pensa que é pai ou coisa similar, ditando regras e mais regras que, em geral, ele mesmo não segue. Governos deveriam se ater as suas funções e deixar que as pessoas tomem posse de suas vidas.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment