Autoridades paraguaias concedem permissão para construção de centro de dados para mineração

O governo do Paraguai assinou um acordo com a empresa sul-coreana Commons Foundation, no âmbito do qual esta última construirá o que, segundo os parceiros, será "o maior centro de dados para a mineração de criptomoedas do mundo".

Publicado em 26 de novembro de 2018 por

O governo do Paraguai assinou um acordo com a empresa sul-coreana Commons Foundation, no âmbito do qual esta última construirá o que, segundo os parceiros, será “o maior centro de dados para a mineração de criptomoedas do mundo”. Isso foi relatado pela CCN.

Segundo o acordo, no que se refere ao projeto “Mina de Ouro”, as autoridades fornecerão à Commons Foundation cinco lotes com uma área total de 50 mil metros quadrados. A usina hidrelétrica de Itaipu fornecerá energia para o futuro centro de dados. Além disso, a empresa se compromete a criar uma corretora criptomonetária.

A Common Foundation pretende atrair financiamento para a construção de um centro de dados usando a Oferta de Troca Inicial (IEO). A empresa promete aos investidores pagar em tokens MicroBitcoin 30% dos lucros da mineração e 70% dos lucros diários da corretora.

De acordo com o vice-presidente do Paraguai, Hugo Velázquez Moreno, o governo concederá benefícios fiscais como parte do projeto “Mina de Ouro”, revisando a constituição.

O calendário do projeto e seus detalhes, no entanto, são desconhecidos até agora.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment