Avalon recebe US$ 43 milhões em investimentos

A empresa chinesa Canaan Creative, a primeira fabricante da Avalon, um equipamento de ponta de mineração para criptomoedas, anunciou um investimento de 300 milhões de Yuans

Publicado em 12 de maio de 2017 por

A empresa chinesa Canaan Creative, a primeira fabricante da Avalon, um equipamento de ponta de mineração para criptomoedas, anunciou um investimento de 300 milhões de Yuans (aproximadamente US$ 43 milhões), que serão usados para diversificar o negócio. Isto foi divulgado pela Forklog.

A rodada de investimentos da Canaan Creative teve a participação da Jin Jiang International, Baopu Asset Management e da Tunlan Investment.

Publicidade

Publicidade

Esses investimentos se tornaram os maiores feitos ate hoje na indústria de mineração do Bitcoin e ajudarão a Canaan Creative a intensificar seus esforços no campo de desenvolvimento de chips para aplicações usando inteligência artificial.

Outra nova direção potencial do trabalho da empresa são soluções de hardware para criptomoedas alternativas, que exigem um tipo diferente de chips para otimizar o processo de mineração.

“Nós vemos as Altcoins como uma possível aplicação deste capital. Também pode ser destinado a big data, inteligência artificial e da Internet das Coisas”, disse Steven Mosher da Canaan Creative.

Publicidade

Publicidade

Ele também acredita que a direção mais promissora talvez seja a inteligência artificial, cujas receitas podem ser tão boas quanto às das vendas de chips para mineração.

Mas, apesar do interesse em outras áreas, incluindo a recentemente adquirida parte significativa do mercado de Altcoin, a Canaan Creative enfatiza que a nova estratégia não significa uma saída do Bitcoin. Pelo contrário, é um desenvolvimento natural para as empresas de mineração que tentam sobreviver no ecossistema da moeda.

Perspectiva de IPO

Em 2016, a Canaan Creative esteve perto de ser vendida para a empresa chinesa de eletrônicos Shandong Luyitong Intelligent Electric PLC, mas um acordo no valor de US$ 466 milhões foi bloqueado pelo regulador da Bolsa de Valores de Shenzhen.

No entanto, o fabricante de chips não parece se recusar a entrar na bolsa. Como Stephen Mosher disse, “novos investimentos podem ser vistos como uma espécie de ‘pré-IPO’”, mas ele não divulgou mais detalhes.

Se a Canaan Creative entrar na bolsa de valores, a empresa será uma das primeiras representantes da indústria Bitcoin a realizar uma oferta pública inicial no mercado tradicional. E esta é exatamente a estratégia que a BitFury anunciou em 2014, e no início deste ano atraiu US$ 30 milhões de investimento do chinês Credit China Fintech.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment