O gigante chinês de pesquisa lançou o serviço Baidu Jinkuang, onde os usuários podem arrendar os recursos excedentes de seu PC – como espaço livre no disco rígido, capacidade do processador e acelerador de vídeo, etc. – para várias tarefas, incluindo a mineração de criptomoedas.

O gigante chinês de pesquisa lançou o serviço Baidu Jinkuang, onde os usuários podem arrendar os recursos excedentes de seu PC – como espaço livre no disco rígido, capacidade do processador e acelerador de vídeo, etc. – para várias tarefas, incluindo a mineração de criptomoedas. Essa notícia foi veiculada pelo South China Morning Post.

Para aqueles que desejam ganhar ativos criptográficos, o Baidu Jinkuang propõe requisitos bastante rigorosos. Em particular, para a mineração usando este serviço, o computador do usuário deve “ter a bordo” um processador de 16 núcleos, e a largura de banda da Internet deve ser de pelo menos 1 Gb/s.

“O CDN (Peer-to-Peer Content Delivery Network) permite que usuários compartilhem sua banda larga não utilizada”, disse um dos representantes da empresa. “A mineração de criptomoedas pode se tornar uma das direções de uso do recurso”.

Recorde que, no ano passado, o mecanismo de busca chinês Baidu removeu todos os anúncios relacionados ao Bitcoin e outras moedas virtuais.