A equipe do Baidu, gigante chinês de buscas, publicou a versão 1.0 do seu WhitePaper. O documento considera o desenvolvimento de um sistema de rede independente "Super Chain"

A equipe do Baidu, gigante chinês de buscas, publicou a versão 1.0 do seu WhitePaper. O documento considera o desenvolvimento de um sistema de rede independente “Super Chain” e visa a comercialização de uma plataforma de Blockchain em nuvem, a Baidu Blockchain-as-a-service, além de seis aplicativos baseados na chamada Super Chain: Degree Universe, Baidu Association, Treasure Chest, Encyclopedia Online e Hubert.

De acordo com o documento, a Super Chain Baidu é mais eficaz que uma Blockchain “tradicional”, porque o seu funcionamento não requer hardware potente. Os nós da Super Chain usam computação paralela multi-core que maximiza o trabalho dos processadores, aumentando, dessa forma, a largura de banda da rede.

O sistema suporta sidechains sob o controle da Blockchain principal. Graças ao mecanismo integrado “pluggable consensus”, as cadeias paralelas poderão escolher um mecanismo de consenso adequado. O sistema suporta também a possibilidade de alcançar consenso através de um mecanismo de votação.

Em seu WhitePaper, os representantes do Baidu identificaram uma série de orientações para a aplicação do sistema de rede:

— segurança alimentar;
— controle de qualidade do produto;
— controle no domínio do comércio varejista;
— produção;
— financiamento de suprimentos;
— propriedade intelectual;
— turismo;
— redes sociais, etc.

A Super Chain Baidu ajudara a certificar direitos digitais, assentamentos, dívidas, cadeias de suprimentos, ativos digitais e jogos.