Banco Central da China: Exchange de Bitcoin não é Bolsa

Um representante do Banco Popular da China (PBoC) disse que as plataformas de negociação que se estabelecem como Bolsa não podem ser consideradas como tal até que recebam a permissão adequada do regulador.

Publicado em 14 de março de 2017 por

Um representante do Banco Popular da China (PBoC) disse que as plataformas de negociação que se estabelecem como Bolsa não podem ser consideradas como tal até que recebam a permissão adequada do regulador.

Em janeiro, o Departamento de Administração de Empresas do PBoC começou a inspecionar as maiores bolsas do país, depois de fazer uma série de declarações sobre a necessidade de introduzir regras que regulamentariam claramente seu trabalho.

Publicidade

Publicidade

O diretor do departamento Zhou Xudong disse que em um futuro próximo haverão novas diretrizes reguladoras destinadas a combater a lavagem de dinheiro. Segundo ele, o governo chinês vai continuar a incentivar as inovações relacionadas com a tecnologia blockchain, mas não pode apoiar o uso da tecnologia para criar uma “bolha”.

“Houve uma época em que havia muita especulação quanto a uma bolha no valor do Bitcoin”, disse Zhou Xudong em entrevista coletiva na segunda-feira, 13 de março.

Ele também observou que algumas plataformas inflaram os volumes de negociação de Bitcoin, a fim de atrair mais clientes. Segundo o funcionário, os riscos associados ao comércio de criptografia são muito altos, portanto, a atividade das plataformas de negociação deve ser estudada e regulamentada.

Publicidade

Publicidade

“Alguns economistas acreditam que o Bitcoin é uma bolha que irá explodir mais cedo ou mais tarde. Mas tecnicamente, o Bitcoin usa a blockchain como sua tecnologia principal. Alguns países já reconheceram seu status legal e podem aceitá-lo como um instrumento de pagamento para a compra de bens. Eles reconhecem o valor do Bitcoin, que irá garantir a continuação de sua existência”, disse Zhou Xudong.

O mais notável foi sua declaração de que as plataformas de negociação de Bitcoin não podem ser chamadas de bolsas de valores. Segundo ele, esses tipos de empresas são “apenas sites ou plataformas de negociação”.

“Se a plataforma de negociação se chama a bolsa de valores, seu trabalho não pode ser resolvido até que tenha sido aprovado pelo departamento competente do nosso país. Muitas pessoas consideram as plataformas de Bitcoin como pontos de troca. Em realidade, estes são dois conceitos diferentes”, afirmou o representante do PBoC.

Continuando esta ideia, Zhou Xudong sublinhou que para ser chamada de bolsa, uma empresa deve obter permissão do departamento de valores mobiliários. Quanto aos serviços existentes para o intercâmbio de Bitcoins, eles só poderão obter essa permissão depois que o governo os qualificar como plataformas para negociação em commodities de troca.

“A longo prazo, elas devem ser incluídas no sistema de gestão de plataforma para a negociação de commodities de câmbio sob a supervisão do departamento financeiro local e aderir aos requisitos regulamentares de base. Suas atividades serão observadas pelos ramos locais do PBoC, os departamentos para a regulamentação do mercado de valores mobiliários e seguros, impostos e outras agências “, acrescentou Zhou Xudong.

Lembre-se, há alguns dias, o PBoC anunciou novas regras, que devem ser seguidas pelas casa de cambio de criptomoedas em todo o país.  

Quanto maior a ação do governo na vida das pessoas, mais complicado é a liberdade de modo geral e em especial a liberdade econômica. Deixar que as pessoas gerenciem suas economias e ganhos criaria, para esse governo, toda uma leva de pessoas que, num futuro bem próximo, entenderiam que governos em geral, e em especial um tão totalitarista, na verdade não trabalha para o povo, mas sim escraviza-o através de varias formas de controle, onde o dinheiro se mostra o mais eficiente deles.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment