Banco Central da Rússia planeja moeda digital

O Banco Central da Rússia está trabalhando na aplicação de tecnologias financeiras para a criação de uma criptomoeda nacional, bem como a regulação do volume de negócios das moedas criptográficas já existentes, incluindo os locais de intercâmbio.

Publicado em 7 de junho de 2017 por

O Banco Central da Rússia está trabalhando na aplicação de tecnologias financeiras para a criação de uma criptomoeda nacional, bem como a regulação do volume de negócios das moedas criptográficas já existentes, incluindo os locais de intercâmbio. Isto foi relatado pela agência “Prime”, com referência à declaração da Diretora do Departamento do Sistema de Pagamento Nacional do Banco Central Russo, Alla Bakina.

“O Banco Central está trabalhando em varias áreas agora: a moeda criptográfica pode ser considerada como nacional, ou seja, como ela é emitida sob controle e plena compreensão do Banco Central… Não pensamos no nome AINDA, mas ela usará tecnologias financeiras para processos de emissão. Por enquanto isso está na fase de estudo, aprovação, etc. “, disse Bakina.

Falando sobre os benefícios da moeda criptográfica nacional, Bakina observou que as novas tecnologias trazem velocidade, transparência e controle.

“A segunda é a moeda emitida por outros emissores (Bitcoin, Litecoin e outros). Nessa direção, estamos pensando em como complementar o regulamento, isto é, introduzir a nossa própria definição da moeda criptográfica para esses casos, a regulamentação das operações em sites de intercâmbio e questões de identificação, os riscos e formas de combater a lavagem de capitais e o financiamento do terrorismo associados a isso”, – acrescentou.

Enquanto isso, o vice-presidente do Banco da Rússia, Dmitry Skobelkin acredita que a introdução da criptomoeda e, em particular, do Bitcoin, no campo jurídico, reduzirá o risco de seu uso ilegal.

“Atualmente, as criptomoedas são frequentemente usadas em atividades criminosas e mesmo financiamento do terrorismo, uma vez que as operações são acompanhadas pelo anonimato dos pagamentos”, diz ele.

Publicidade

Dmitry Skobelkin também expressou a opinião de que, se a Rússia não reconhecer a moeda criptográfica que circula em todo o mundo, isso só tornará a posição do país mais vulnerável.

No entanto, a chefe do Banco Central Elvira Nabiullina enfatizou que o Banco da Rússia, no início, pretende estudar cuidadosamente os princípios da operação das criptomoedas e apenas então introduzir sua regulamentação. De acordo com ela:

“Em muitos aspectos, isso dependerá de como consideraremos a moeda criptográfica; se será simplesmente como um recurso digital ou se vamos levar em consideração seu caráter monetário”.

“Quanto à moeda criptográfica, principalmente os reguladores financeiros, na maioria dos países estão no estágio de estudar esse fenômeno. Precisamos entender que, quando falamos sobre a uma moeda criptográfica do Estado nacional, precisamos estudá-la primeiro se não for para ela ser apenas mais um recurso digital, mas uma criptomoeda estatal”, disse Nabiullina em uma reunião conjunta dos comitês do mercado financeiro, do orçamento e da política econômica da na Rússia. Ela também observou que a Rússia precisa desenvolver uma economia digital.

“Nós não queremos trilhar por caminhos já batido pelos outros – criamos uma associação especial de ‘FinTech’, juntamente com os principais participantes financeiros que já estão testando novas tecnologias. Antes de regulamentar algo, precisamos entender como funciona, quais riscos existem, e, consequentemente, elaborar regulamentos, inclusive sobre a tecnologia de blockchain, que diz respeito não apenas à esfera financeira”, disse a chefe do Banco Central.

Lembremos que a vice-presidente do Banco Central da Federação Russa, Olga Skorobogatova anunciou na semana passada que a possibilidade de criar uma criptomoeda nacional voltou a ser considerada. Ela também expressou a opinião de que, se a revolução no campo da tecnologia de blockchain é inevitável, o regulador deve liderá-la.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment