Banco Central Dinamarquês pensa em criar o e-krone

Publicado em 15 de dezembro de 2016 por

A Dinamarca, um país onde a população depende menos de dinheiro físico do que a maioria das outras nações européias, está considerando digitalizar sua moeda nacional. O banco central da Dinamarca está planejando emitir sua própria moeda digital baseada em Blockchain, chamada e-krone, como sua moeda de reserva.

Lars Rohde, responsável pela supervisão da produção de dinheiro dentro do país, afirmou que o governo não tem qualquer interesse em imprimir seu próprio dinheiro físico ou fiduciário em um futuro próximo. Rohde pretende terceirizar a produção da coroa dinamarquesa e espera substituir o dinheiro com sua rede financeira independente baseada na tecnologia Blockchain.

Publicidade

Publicidade

Acompanhamento do e-krone

Numa entrevista coberta exclusivamente pela Bloomberg, Rohde afirmou que os desafios que o banco central dinamarquês enfrenta atualmente não estão relacionados com a tecnologia Blockchain ou com as alternativas tecnologias FinTech.

Rohde disse: “Nós não estamos preocupados com a tecnologia, porque sabemos bem qual é a questão.” Ele ainda acrescentou que o dinheiro não servirá como uma alternativa aos pagamentos eletrônicos, dizendo: “O dinheiro e as notas não são uma alternativa aos pagamentos eletrônicos, nós fomos além disso muitos anos atrás”.

Em vez disso, a questão principal que o banco central e Rohde estão preocupados é com a decisão de tornar o e-krone anônimo. No momento, o banco acredita que e-krone deve ter um número de série, que provavelmente será incorporado em sua rede Blockchain. Os números de série irrefutáveis e inalteráveis do e-krone permitirão ao governo acompanhar o fluxo de sua moeda de forma eficiente através de um ledger transparente.

Publicidade

Publicidade

No entanto, outro problema que surge ao não anonimizar uma moeda, e este é a indignação inevitável do povo dinamarquês que espera ter total liberdade e privacidade financeira. Rohde ainda não decidiu se o banco central deve monitorar e acompanhar as transações de seu povo.

Falhas

A Blockchain e o conceito de moeda digital do banco central dinamarquês têm severas falhas quando se trata da avaliação técnica e criptográfica. Essencialmente, Rohde disse que o banco central emitirá o e-krone a todos os outros bancos comerciais, agindo como o credor de toda a nação:

“Todo o dinheiro detido pelos dinamarqueses acabará por estar no banco central no caso de uma crise financeira e, indiretamente, acabaremos fazendo um resgate, porque nos tornamos credores de todos os bancos”.

Neste caso, a tecnologia Blockchain não é aplicável ao conceito do banco central dinamarquês, uma vez que, estruturalmente, o sistema baseado em Blockchain não pode ser estabelecido para o banco central se comportar como um moderador de rede. Se isso acontecer, ela não pode ser considerada como uma rede Blockchain, pois envolve confiança, autoridade centralizada e leva a graves preocupações de segurança.

O banco central dinamarquês ainda está longe de descobrir os aspectos técnicos de sua moeda digital se realmente irão substituir o sistema monetário inteiro da nação.

Centralização e blockchain, isso será o mesmo que unir óleo a agua, mas vamos esperar para ver no que vai dar isso. Sorte a todos os dinamarqueses se o banco central conseguir esse nível de controle sobre seu dinheiro.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment