Bancos da Índia e Austrália proíbem clientes de comprar Bitcoin através de cartões

Representantes do ramo indiano do conglomerado financeiro Citigroup enviaram avisos ao e-mail de clientes a respeito da proibição da compra criptomoedas com a ajuda de cartões de crédito e débito.

Publicado em 15 de Fevereiro de 2018 por

Representantes do ramo indiano do conglomerado financeiro Citigroup enviaram avisos ao e-mail de clientes a respeito da proibição da compra criptomoedas com a ajuda de cartões de crédito e débito. Isto foi relatado pelo site Bitcoin.com.

Os avisos do Citibank India explicam que a decisão é ocasionada pela preocupação dos reguladores de diferentes países por conta do rápido desenvolvimento da esfera de criptomoedas e dos potenciais riscos econômicos, financeiros, operacionais, legais, etc, relacionados a elas.

Bancos da Índia e Austrália proíbem clientes de comprar Bitcoin através de cartões

Vale notar que no mês passado, uma série de grandes instituições financeiras indianas, incluindo o HDFC, Axis, Yes Bank, SBI e ICICI Bank, cessou a cooperação com serviços criptomonetários. Isso aconteceu no contexto de uma declaração do Ministro das Finanças da Índia, Arun Jaitley, que disse que as criptomoedas não podem ser reconhecidas no país como um meio legal de pagamento.

O ministro também afirmou que o Estado tomará medidas destinadas a impedir o uso de criptoativos para financiar atividades ilegais“.

Além do Citibank, uma decisão similar foi tomada pela quarta maior instituição financeira da Índia, o Kotak Mahindra. Representantes deste banco alertaram aos clientes de que qualquer conta relacionada às criptomoedas, será bloqueada.

Deve-se notar que a ofensiva dos bancos contra a indústria de criptomoedas pode ser observada não só na Índia, mas também na Austrália. De acordo com a CCN, o Commonwealth Bank of Australia (CBA) proibiu os clientes de usar cartões de crédito para comprar criptomoedas. A proibição também se estende ao Bankwest Bank, que faz parte da estrutura da CBA.

A declaração do banco diz que a restrição foi introduzida para proteger usuários de comprar criptomoedas com fundos emprestados:

“Tomamos essa decisão porque acreditamos que nem padrões regulatórios mínimos se aplicam as moedas virtuais. Elas não têm tanta confiança e reputação como as moedas que oferecemos aos nossos clientes. Esta posição será regularmente revisada tendo em conta a dinâmica e a volatilidade do mercado das criptmoedas”.

Vale ressaltar que as restrições não se aplicam aos detentores de cartões de débito.

O CBA é o maior conglomerado financeiro da Austrália – e também atua na Nova Zelândia, Fiji, Ásia, Estados Unidos e Reino Unido. Possivelmente, essa foi a única grande instituição financeira na Austrália a apelar para tais medidas. Anteriormente, foi relatado que outros bancos da lista australiana Big 4 não planejam impor restrições a clientes que queiram comprar Bitcoins utilizando cartões de pagamento.

Vale destacar também que as holdings financeiros dos EUA – Bank of America e JPMorgan Chase – começaram a rejeitar pagamentos para criptomoedas realizados com a ajuda de cartões de crédito.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment