O conglomerado financeiro Bank of America desenvolveu um dispositivo capaz de armazenar chaves criptográficas e moedas digitais. A patente foi emitida no dia 30 de setembro por especialistas do Departamento de Marcas e Patentes dos Estados Unidos.

Desenvolvedores do dispositivo explicam a necessidade de um método seguro de armazenamento de chaves criptográficas privadas pelo fato de que a maioria delas agora está armazenada localmente e protegida apenas por uma senha. O novo sistema executa a autenticação como parte de uma transação criptomonetária ou na Blockchain.

“Os computadores usados para armazenar essas chaves geralmente têm uma conexão com a Internet ou outras redes públicas, enquanto o armazenamento local implica um risco constante de uso indevido”, salientou o Bank of America.

O termo “criptomoeda” é usado várias vezes no texto da patente, contudo, o documento pressupõe uma ampla gama de casos de uso dessa tecnologia. Segundo os desenvolvedores, seu método reduzirá o risco de roubo de chaves de usuário.

Vale ressaltar que em agosto, o Bank of America apresentou um pedido de patente para um sistema projetado para registrar e armazenar com segurança dados sobre transações criptomonetárias realizadas por empresas.