Berns Weiss LLP investigará ataques na Kraken e Poloniex

O escritório de advocacia Berns Weiss LLP investigará o mau funcionamento das corretoras de criptomoedas Kraken e Poloniex, informou a empresa em comunicado à imprensa.

Publicado em 11 de maio de 2017 por

O escritório de advocacia Berns Weiss LLP investigará o mau funcionamento das corretoras de criptomoedas Kraken e Poloniex, informou a empresa em comunicado à imprensa.

Foi relatado que a Berns Weiss LLP foi abordada por um número de usuários das corretoras que perderam alguns dos seus fundos em 08 de maio devido a falhas em seu trabalho. Atualmente, a empresa recolhe evidências sobre a versão do ataques DDoS, e estuda as causas do incidente, inclusive por atividade suspeita e manipulação de mercado pela administração das corretoras.

Publicidade

Publicidade

A Berns Weiss LLP é uma empresa sediada na Califórnia, especializada principalmente na proteção dos direitos dos consumidores e investidores, incluindo questões relacionadas às criptomoedas e tecnologia de blockchain. Conforme o relatado no site da Berns Weiss LLP, o montante total de fundos que a empresa conseguiu recuperar como resultado de suas investigações é de US$ 2 bilhões.

Motivo da muvuca

Nos dias 8 e 9 de maio, os sites das corretoras de criptomoedas Poloniex e Kraken estiveram instáveis, e depois efetivamente fora do ar, de acordo com muitos usuários destas corretoras, essas falhas levaram a uma perda de fundos.

Por causa do incidente, ambos os locais tornaram-se objetos de duras críticas. Depois de algum tempo, houveram informações de que alguns clientes da Poloniex iriam apresentar uma ação coletiva contra a bolsa de valores.

Publicidade

Publicidade

A equipe do BTCSoul recomenda a diversificação quando se negocia e armazena criptomoedas e uma abordagem muito cautelosa para a questão de manter fundos em corretoras de criptomoedas.

É muito importante descobrir quais níveis de proteção são oferecidos por essa ou aquela corretora, e também onde os fundos dos usuários são armazenados. Algumas corretoras, por exemplo, a LiveCoin, armazenam ativos de criptomoedas de clientes em “carteiras frias”, o que aumenta a segurança.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment