Ainda assim, com o segundo fork, ainda a ser executado, problemas de curto prazo têm surgido.

A Binance e a OKEx, as duas maiores corretoras de Bitcoin em termos de volumes de negociação, anunciaram suporte para o Constantinople, o próximo hardfork do Ethereum.

Em um comunicado divulgado no dia 3 de janeiro, a Binance afirma que os usuários precisam fazer depósitos antecipadamente, levando em conta o tempo necessário para confirmá-los. A corretora cuidará dos aspectos técnicos do hardfork.

Apesar do fato de que o próximo hardfork não implica a formação de novas cadeias, a Binance, aparentemente, admite a possibilidade de que novos projetos e air drops apareçam no processo. A corretora convida seus autores para um diálogo sobre possível suporte.

Na sexta-feira, dia 4 de janeiro, a OKEx fez uma declaração quase idêntica.

Lembramos que o consenso sobre o número do bloco no qual o hardfork Constantinople será ativado foi alcançado no início de dezembro. Espera-se o bloco 7.080.000 seja encontrado entre dias 14 e 18 de janeiro.

A atualização originalmente planejada para novembro de 2018 contém várias alterações e otimizações de código projetadas para facilitar a transição do Ethereum para o algoritmo de Proof-of-Stake. Entre outras coisas, elas incluem o adiamento por 18 meses da chamada “bomba da complexidade”, que contribui para atualizações oportunas, e também sugere uma diminuição na recompensa aos mineradores de 3 para 2 ETH por cada bloco minado..

Enquanto isso, o ETH, tendo subido no início do ano para o segundo lugar em termos de capitalização na lista do CoinMarketCap, mostrou um crescimento bastante bom nas últimas 24 horas, chegando a 5% em algum momento nas primeiras horas da manhã. No momento da publicação, o ETH está sendo negociado a US $ 154.