Bitbond arrecada US$ 1,2 milhões em investimentos

1,2 milhões de dólares em investimentos para a bitbond

Publicado em 23 de fevereiro de 2017 por

O site de empréstimos em bitcoin, Bitbond arrecadou US$ 1,2 milhões em recente investimento. A plataforma, concorrente conhecida da BTCJam, oferece empréstimos p2p para que tanto investidores quanto pessoas que necessitam de dinheiro possam se encontrar na rede.

A Bitbond recebeu um novo financiamento gigantesco de um grupo de investidores-anjos (aqueles que investem seu capital próprio), alguns dos quais já possuem alguma parcela da plataforma online de empréstimos.

Publicidade

Publicidade

A rodada foi encabeçada por Şekip Can Gökalp, fundador da Mobilike, uma companhia turca de anúncios virtuais que se formou em 2009 e foi recentemente vendida.

Outros investidores incluem Janis Zech e Andreas Bodczed, que fundaram a startup tecnológica Fyber, e Alexander Graubner-Müller, co-fundador e CEO da empresa alemã de empréstimos online Kreditech.

De acordo com o representante da Bitbond, Chris Grundy, a maior parte do investimento será utilizado para o desenvolvimento e expansão dos negócios. A Bitbond, que é baseada em Berlin, já conseguiu mais de US$ 2 milhões em investimentos até a data.

Publicidade

Publicidade

Em declaração, o CEO da Bitbond, Radoslav Albrech disse:

“Os recursos adicionais nos ajudarão a continuar realizando nossa missão que é a de tornar os empréstimos algo acessível globalmente, tanto na hora de investir quanto de tomar. Estamos contentes de ter ao nosso lado nessa jornada investidores tão experientes”.

O investimento chega para a Bitbond num momento de mudança para o mercado de empréstimos p2p. Em dezembro a BitLendingClub, que  costumava ser a maior plataforma do tipo anunciou que, devido à um ambiente regulatório desfavorável, nos próximos meses estaria encerrando suas operações.

De acordo com o CEO da BitLendingClub, Kiril Gantchev, o governo búlgaro estaria dificultando as operações, incluindo inúmeros regulamentos, o quais o site não poderia satisfazer, como maior razão do fechamento da plataforma.

Ano passado, a plataforma de empréstimos p2p em bitcoin, a BTCJam, também citando preocupações com regulamentos e leis, deixou o mercado americano sem maiores especificações.

Publicidade

Publicidade

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment