BitClub é acusada de atacar a rede Unlimited

BitClub, uma pool de mineração de Bitcoin, é acusada de lançar um ataque de maleabilidade de transação na rede Bitcoin, o efeito confunde carteiras ou empresas com transações financeiras

Publicado em 11 de março de 2017 por

BitClub, uma pool de mineração de Bitcoin, é acusada de lançar um ataque de maleabilidade de transação na rede Bitcoin, o efeito confunde carteiras ou empresas com transações financeiras, fazendo com que as mesmas se tornem canceladas e trazendo uma suspensão visível na Blockchain.info.

Em um post de Bither, uma carteira de Bitcoin, mostra que a transação sob ataque de maleabilidade é extraída em bloco de 456.545 e 456.552, e que todas as operações neste bloco podem ser operações de ataque maleabilidade.

Publicidade

Publicidade

Maleabilidade é um problema que Bitcoin tem enfrentado por muitos anos. No entanto, é um problema que ainda está para ser resolvido. Alguns dizem que, dado o fato de que você precisa de um software especial para alterar transações enquanto os mesmos são validados faz com que este ataque seja um ataque com motivações políticas.

Com os nervos da comunidade Bitcoin a flor da pele na véspera da decisão ETF Bitcoin, o espaço público no momento estava cheio de acusações e teorias da conspiração.

Como exemplo, Emin Gün Sirer, professor de Cornell, sugeriu no Twitter que alguns mineiros estavam fazendo um ataque de maleabilidade para direcionar as opiniões e melhorar a adoção do SegWit.

Outros apoiadores do Bitcoin Unlimited estão acusando a BitClub, que suporta o Segwit, de tentar criar uma complicação para o Unlimited, tentando mostrar assim que SegWit é a melhor opção para a rede Bitcoin.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment