A Bitcoin chega ao US$ 3 mil e a capitalização de mercado em US$ 100 bilhões

Na segunda-feira, 7 de agosto, a capitalização agregada do mercado de criptomoedas excedeu o montante de US$ 117 bilhões, o que marca um novo recorde absoluto na história da indústria.

Publicado em 6 de junho de 2017 por

Na manhã dessa terça-feira, 6 de junho, a taxa média ponderada para o Bitcoin esteve muito próxima de US$ 3.000, enquanto a capitalização global das criptomoedas agregadas ultrapassou a marca de US$ 100 bilhões.

No sábado, 3 de junho, o preço do Bitcoin superou a marca de US$ 2500, mas a tendência de alta em curso ajudou a alcançar novas alturas históricas.

Publicidade

Publicidade

Assim, de acordo com os dados da Coinmarketcap, por volta das 11 horas no horário de Brasília, a taxa média ponderada da Primeira Moeda Criptográfica subiu para US$ 2.999,91, muito pouco para US$ 3K.

Esse crescimento deve-se principalmente à atividade dos mercados asiáticos, incluindo a corretora japonesa bitFlyer, a Korean Bithumb e as Chinesas  OKCoin e Huobi. Elas possuem a principal demanda de Bitcoin, razão pela qual o preço nesses sites é significativamente maior do que nas corretoras europeias e americanas.

No momento da publicação, você pode observar uma pequena correção. Vejamos alguns preços:

Publicidade

Publicidade

OkCoin: de US$ 2.971 a US$ 3.095;

Bithumb: de US$ 3.000 a US$ 3.100;

bitFlyer: de US$  2.954 a US$ 2.838.

Já na Bitfinex o preço se encontra por volta de US$ 2.814 e parece que no Brasil esse aumento exponencial do Bitcoin ainda não chegou direito, com a criptomoeda esta sendo negociada entre 9.999,00 e 11.000,00 Reais.

Outra notícia importante das últimas horas foi que a capitalização agregada do mercado de criptografia ultrapassou US$ 100 bilhões pela primeira vez, dos quais US$ 46 bilhões representaram a capitalização do Bitcoin. Hoje, o índice de dominância da moeda é de 45.8%.

O indicador máximo atingiu US$ 101,913 bilhões, o que, apenas para demonstrar o entendimento, é maior do que gigantes globais como McDonalds (US$ 106,4 bilhões) e Boeing (US$ 108,8 bilhões). E não se exclui que, no futuro próximo, o mercado de capitalização criptográfica possa competir com o da Mastercard (US$ 121,3 bilhões).

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment