Bitcoin faz casa ficar mais doce

Publicado em 31 de janeiro de 2017 por

Sonny Singh, diretor comercial da BitPay, compartilhou a história em uma recente entrevista da Bloomberg Markets (MP3) com os anfitriões Cory Johnson e Carol Massar. Ele disse que um corretor imobiliário se aproximou da BitPay porque um comprador em potencial queria comprar uma casa com bitcoin.

A cerca de 2 meses atrás uma pessoa se aproximou de um corretor dizendo que queria comprar uma casa com Bitcoins, por não entender muito de transações com esse ativo o corretor procurou a Bitpay para um melhor assessoramento de seus clientes.

Publicidade

Publicidade

O corretor imobiliário queria ajuda para facilitar a transação. “Nós realmente ajudamos a facilitar várias transações em bitcoin para pessoas em itens como casas nos últimos dois anos”, disse Singh. “Nós caminhamos com ele (o corretor) através todo o processo.”

Escolhida a casa e o preço acordado entre as partes, determinado em 4 milhões de dólares, partiu-se então para a próxima fase da negociação, a confecção do contrato e o pagamento em si. No dia em que o contrato foi firmado entre as partes o valor do bitcoin estava em 750,00 dólares, mas deu um pulo para mais de US$ 1000 na hora do pagamento. Ou seja o sortudo comprador teve um lucro imediato de mais de 25%.

Com o dinheiro extra, o comprador comprou um Lamborghini de um negociante de carro que também aceitou bitcoin. “Ele comprou uma casa cerca de 25 por cento mais barata que o valor de mercado , bem como um Lamborghini de brinde”, disse Singh.

Enquanto isso, o comprador, oferece um exemplo de uma pessoa rica lucrando com a criptografia. Singh disse que os benefícios não são restritos aos ricos. Depois de ouvir a história sobre o rico comprador de casa, Massar perguntou a Singh se o Bitcoin será uma moeda única para pessoas ricas.

“O Bitcoin está realmente trabalhando e está funcionando para as pessoas comuns em todo o mundo”, disse Singh. A maioria das pessoas usando Bitcoin fora da América não são ricos, disse ele.

Não apenas para os ricos

Na Ásia, muitas pessoas estão usando o Bitcoin como uma opção de remessa mais econômica do que outros serviços de troca de dinheiro. “É mais barato e mais rápido do que os meios tradicionais para envio internacional”, disse Singh. “Internacionalmente, está sendo usado predominantemente (para remessas)”.

Ele disse que o Bitcoin tornou-se mais amplamente utilizado na Índia, depois Massar apontou que o primeiro-ministro da Índia anunciou recentemente a remoção de notas de Rupia de alta denominação. “Ele subiu drasticamente desde que este grande anúncio aconteceu há alguns meses”, disse Singh.

“Nesses países, você não confia na sua própria moeda ou no seu governo, tanto quanto você faz na América, e assim você procura ferramentas de salvaguardar valor, como o Bitcoin, com ele você pode controlar seu dinheiro sem correr o risco de novas emissões cortarem pela metade suas economias”, disse Singh.

Singh disse que os fundamentos do Bitcoin são ótimos, apesar da volatilidade dos preços. Ele disse que a volatilidade diminuiu significativamente com o aumento das transações. Essa volatilidade reduzida trás todo um novo panorama para o mundo das criptomoedas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment