Bitcoin invade mercado de ações do Japão

O Bitcoin tem causado um imenso frenesi e esse tem se espalhado pelo mercado de ações de Tóquio. A Remixpoint Co., Infoteria Corp. e Fisco Ltd., tiveram mudanças voláteis no preço de suas ações depois de anunciar negócios relacionados a moedas digitais.

Publicado em 6 de junho de 2017 por

O Bitcoin tem causado um imenso frenesi e esse tem se espalhado pelo mercado de ações de Tóquio. A Remixpoint Co., Infoteria Corp. e Fisco Ltd., tiveram mudanças voláteis no preço de suas ações depois de anunciar negócios relacionados a moedas digitais. Isso foi reportado pela publicação digital da Bloomberg.

A Remixpoint dobrou de valor depois de se associar à Peach Aviation Ltd. para disponibilizar a compra de passagens aéreas com Bitcoins. A infoteria subiu mais de 50% no mês passado, a empresa vem testando a votação em blockchain. Já a Fisco começou a operar uma corretora de Bitcoins no ano passado e cresceu mais de 25% no inicio de maio.

Publicidade

Publicidade

Todos esses ganhos coincidem com a subida do Bitcoin, a moeda digital simplesmente dobrou de preço em relação ao dólar americano no mês de maio. Isso fez com que o valor dessas pequenas empresas de capitais fossem atraentes para os especuladores investirem no mercado de criptomoedas sem precisar compra-las diretamente.

Isso porque os investidores podem fazer apostas através de suas contas de corretagem em vez de correr riscos com as corretoras de Bitcoin, uma vez que nem todos confiam nas empresas de negociação de Bitcoins.

Provavelmente não é uma coincidência que o mercado de ações do Japão seja visto como um proxy para os investimentos em Bitcoin. Em abril, o governo do Primeiro-ministro Shinzo Abe legalizou as moedas digitais como uma forma de pagamento e colocou regras de auditorias e segurança. Isso emprestou credibilidade às moedas digitais, levando a algumas empresas japonesas buscar parcerias no mercado das criptomoedas.

Publicidade

Publicidade

O Remixpoint é o maior do grupo, com um valor de mercado de 31,3 bilhões de Ienes (US$ 283 milhões). O Remixpoint foi o segundo maior ganhador do TSE Mothers Index no mês passado. A Remixpoint está negociando em torno de 514 vezes o lucro, o mais alto entre todas as empresas de tecnologia japonesas.

Outra razão pela qual essas ações podem se tornar proxies para o Bitcoin se deve ao fato das leis do Japão serem mais flexíveis e menos exigentes. Lá, uma empresa pode entrar no mercado com um custo mais baixo, algo em torno de US$ 10 milhões, antes que uma empresa possa entrar em público. Isso fez da Bolsa de Valores de Tóquio a casa de centenas de pequenas empresas.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment