Bitcoin: Quando a segurança ameaça a privacidade

bitcoin ou monero qual deles esta do lado errado?

Publicado em 13 de setembro de 2016 por

Para agências de segurança, como o FBI, não há diferença entre Bitcoin e Monero quanto à sua utilização no mercado de criptografia ou na dark web, diz o Núcleo desenvolvedor do Bitcoin e Assessor Coinkite, Peter Todd, para. Tudo que eles querem é “sistemas de segurança de zero com zero privacidade.”

Todd explica:“Eu vou falar a mesma coisa de forma diferente: essas pessoas só serão felizes quando a garantia de privacidade for igual a zero. Boa segurança deve dar-lhe boa privacidade, esses não são conceitos distintos “.

Relatório de Drogas Europeia 2016 Bitcoin e Tor

A visão de Todd vem na sequência de um relatório do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência dizendo que a utilização anónima de Bitcoin e outras cryptocurrencies permite a compra de itens ilegais, como drogas ou armas. No entanto, o pagamento pode ser rastreado e levar a acusações criminais. Assim, uma série de estratégias são usadas para esconder as identidades dos usuários e esconder a localização física dos servidores.

O relatório afirma:“Estes incluem serviços de anonimização como Tor (The Onion Router), que esconder o endereço IP de um computador ao acessar o site; cryptocurrencies descentralizadas e relativamente difíceis de rastrear, como Bitcoin e litecoin, para a realização de pagamentos; e comunicação criptografadas entre os participantes do mercado “.

Quem é o menino mau da cripto, Bitcoin ou Monero?

Todd diz que a alegada utilização do Monero em atividades na dark web não o surpreendeu, uma vez que “definitivamente tem uma vantagem de privacidade sobre Bitcoin.”

Todd aponta que há fortes indícios de que a “dark web” fez a indústria de drogas ilegais um pouco mais segura, fornecendo mecanismos para fazer cumprir contratos e avaliar outros sem a violência usada anteriormente, bem como permitindo aos participantes evitar interações físicas.

Assim, para ele, a ideia de que esta é uma coisa ruim, é controversa. “Independentemente disso, é claro, os participantes ilegais do mercado de drogas usarão tecnologias seguras? Por que nós não?” Pergunta Todd.

Praticamente tudo e todos estão sob escrutínio

Todd minimiza a visão de que o Monero poderia chamar a atenção das agências de aplicação da lei o que levaria a indagações desnecessárias.

Ele diz:“Até mesmo a Apple está sob intenso escrutínio das forças da lei. Estar sob escrutínio de agencias policias faz você se sentir o cara, o gostoso. Caso não seja assim, você vai fazer seu trabalho direito? Faça ele direito quando estiver no ramo de softwares de segurança. É igualmente importante notar que para o crime de lavagem de dinheiro, o dinheiro anônimo não é realmente o culpado: o propósito da lavagem de capitais é criar históricos falsos para ganhos ilegais, algo em que o dinheiro anônimo não ajuda “.

Publicidade

Publicidade

A comunidade Bitcoin deve ajudar a proteger as liberdades e os direitos de  seus utilizadores.

Responder a uma pergunta sobre se esses relatórios e ligações com a dark web, serão uma mancha na imagem do Bitcoin à medida que cresce em valor e padrão seu uso quando comparado a outras cryptos, Todd supõe que nem todos partilham os mesmos valores.

Ele observa:“Proporcionar uma boa segurança de privacidade pode ser uma ‘mancha na imagem do Bitcoin’ para alguns, mas, novamente, algumas pessoas, (entenda-se o diretor do FBI), pensam que a imagem da Apple está contaminada, fornecendo a seus usuários uma boa segurança em suas mensagens instantâneas. Da mesma forma, algumas pessoas pensam que o fato de que o primeiro-ministro do meu país ir a paradas de orgulho gay é uma ‘mancha na imagem do Canadá’.”

Ele instou a comunidade Bitcoin, extremamente diversificada, de sistemas que protegem os usuários a projetar e ajudar a proteger suas liberdades e direitos. Eles também devem atentar para o fato de que a grande maioria das pessoas não são criminosas, e não devem ter sua segurança comprometida pagando assim pelos atos de uma minoria insignificante.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment