Bitcoin toma de assalto o Marrocos

Na calada da noite, o uso do Bitcoin e de outras criptomoedas está se espalhando rapidamente no Reino do Marrocos.É o Bitcoin chegando de mansinho.

Publicado em 16 de fevereiro de 2017 por

Na calada da noite, o uso do Bitcoin e de outras criptomoedas está se espalhando rapidamente no Reino do Marrocos. O negociante profissional e desenvolvedor de criptos, Aziz Elmi estima que mais de US$ 200.000 em Bitcoin são negociados diariamente na nação, tudo isso sem chamar a atenção da comunidade global do BTC.

Elmi é o membro líder da comunidade cripto em seu país, sendo também o desenvolvedor chave de uma das duas criptocorrências africanas, a AtlasCoin. Ele está otimista de que o Marrocos possui muito a oferecer para a o mundo das moedas virtuais.

Publicidade

Publicidade

A falta de vontade marroquina em se abrir para o resto do mundo pode ser fruto de uma revolução silenciosa que ocorre por baixo dos panos. Algumas pessoas acreditam que o Marrocos deve estar na dianteira dos países africanos. Já para a comunidade cripto, o Marrocos é percebido como líder na adoção do Bitcoin, assim como o Quênia, Gana e Nigéria.

O reino secreto

De acordo com Elmi, os marroquinos usam o Bitcoin para negociações transfronteiriças, investimentos de risco, compartilhamento de ativos, marketing multinível e especulação entre moedas. Com o aumento dos sites de mineração em nuvem, muitos dos nativos injetaram consideráveis quantias de dinheiro nesses investimentos.

De acordo com Elmi: “Todos os dias centenas de milhares de dólares são negociados no Marrocos, especialmente dentro de grupos de mídia social, como o Facebook, WhatsApp e Twitter. Eu pessoalmente criei vários grupos de negociação que estão se superando nas atividades de negociação.”

Ele ainda acrescenta que:

“A demanda do Bitcoin no Marrocos cresce a cada dia, mas a moeda ainda é negociada por baixo dos panos. Muitos grupos de negociação surgiram no WhatsApp, um deles, o Neo Crypto Traders, inclui muitos negociantes experientes.”

Em resposta à pergunta de “por que o Bitcoin ainda é negociado de forma sigilosa num país norte-africano, que nem é parte da União Africana?” Elmi respondeu: “Temos de ter cuidado, aqui é um terreno capcioso, pois ninguém sabe qual será a reação do governo assim que os ativos forem negociados publicamente, e ninguém quer ser o bode expiatório de quaisquer sanções que possam surgir.”

Como não poderia ser diferente, a indústria marroquina do Bitcoin é envolvida por um manto de ocultação e medo. Entretanto, Elmi permanece incerto se o governo pode intervir na evolução que silenciosamente ocorre na nação. Ele disse:

“O governo marroquino nunca endereçou esta questão. Acho que ainda é algo novo para os oficiais e legisladores. Realmente não sabemos o que vai acontecer, mas acredito que esse novo empreendimento oferece oportunidades interessantes para jovens desempregados. Além disso, os governantes podem tomar alguma atitude positiva ao invés de ficarem empacados em face do crescimento dos usuários de Bitcoin. Creio que esta seja uma oportunidade única para o governo ajudar o povo a progredir.”

As Altcoins não ficam de fora

É de entendimento geral da comunidade cripto marroquina de que existe um tremendo potencial na área de TI, especialmente na codificação de criptomoedas e negociação. Combinando isso à grandes investimentos que eles fizeram, isso fará com que o Reino do Marrocos acabe ficando na cabeceira da adoção do Bitcoin e das criptomoedas na África caso o governo regule o setor justamente.

Elmi ainda acredita que “mais pessoas e comerciantes gradualmente estão integrando o Bitcoin e outras Altcoins em suas vidas diárias, aceitando pagamentos feitos nelas. Acreditamos que o governo deveria, então, intervir de acordo, regulando o Bitcoin com bons olhos.”

Ele ainda adicionou que está trabalhando para criar uma exchange de Altcoins. Além disso, ele menciona que os negociantes, nesta nova exchange, não pagarão nenhuma taxa, o que deixou a todos muito animados, criando um baita hype entre a comunidade.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment