Bitfury abraça SegWit

Mesmo os mineiros estão fazendo a mudança para a Segregated Witness, incluindo a maior mineradora Bitcoin do mundo e a principal empresa de Blockchain, a Bitfury.

Publicado em 28 de março de 2017 por

Parece que o mercado e a indústria do Bitcoin estão rejeitando o Bitcoin Unlimited quase por unanimidade pela mesma razão: segurança e descentralização. Mesmo os mineiros estão fazendo a mudança para a Segregated Witness, incluindo a maior mineradora Bitcoin do mundo e a principal empresa de Blockchain, a Bitfury.

Bitfury se decide por SegWit

A Bitfury apoia o SegWit. Em 26 de março, a Bitfury minerou seu primeiro bloco SegWit com a Bitcoin Improvement Proposal (BIP) 148 que contém a tag de sinal para o SegWit. O BIP 148 é uma proposta intitulada “Ativação obrigatória de implantação do SegWit” lançado em 12 de março, introduzido para mineiros como uma forma de sinalizar seu apoio ao SegWit.

Publicidade

Publicidade

Shaolin Fry, autor do BIP 148, explicou:

“O Segwit aumenta o tamanho do bloco, corrige a maleabilidade da transação e torna o script mais fácil de atualizar, além de trazer muitos outros benefícios. Espera-se que os mineiros respondam a este BIP ativando o Segwit cedo, antes que este BIP entre em vigor. Caso contrário, este BIP causará a ativação obrigatória da implantação de SegWit existente antes do final da meia-noite de 15 de novembro de 2017”.

Pouco depois do bloco do SegWit (BIP 148) ter sido extraído pela Bitfury, a Bitcoin Índia extraiu o bloco 458716 contendo a mesma marca, também sinalizando suporte para SegWit.

Anteriormente, os apoiantes da Bitcoin Unlimited observaram que as empresas e os usuários são a favor da SegWit porque a solução não afeta sua lucratividade e receitas e que os mineiros estão em apoio ao Bitcoin Unlimited, pois o software garante alta rentabilidade para os mineiros.

No entanto, este raciocínio está começando a ser questionado por algumas das maiores pools de mineração no mercado, incluindo Bitfury e Bitcoin Índia.

A Bitfury apoia o SegWit por muitas razões, como qualquer outra organização de apoio ao SegWit em todo o mercado. No entanto, desde meados do ano passado, a Bitfury continuou a enfatizar a importância da escala off-chain e soluções de duas camadas, como Lightning.

Além disso, executivos da Bitfury, incluindo o Diretor de Informações da empresa, o CIO Alex Petrov, divulgaram vários relatórios e resultados de testes do SegWit, conforme mostrado no post do blog do Whale Panda.

Por que Armory rejeitou o Bitcoin Unlimited

Quase todos os operadores de negócios e plataformas da Bitcoin rejeitaram o Bitcoin Unlimited devido a questões de segurança e descentralização.

Especificamente, o importante desenvolvedor Andrew Chow, mais conhecido como Goatpig, afirmou que Armory não aprova a filosofia do Bitcoin Unlimited de permitir que os mineiros votem o tamanho de bloco que melhor se adequa a Blockchain do Bitcoin.

Goatpig escreveu:

“Eu discordo com o princípio básico do BU de que o tamanho do bloco deve ser decidido pelo usuário e pelo voto do mineiro. Discordo com o tamanho do bloco sobre os motivos que é um número mágico. A votação de um número mágico não melhora essa limitação. A única solução aceitável aos meus olhos é uma algorítmica. Imaginar uma métrica técnica é melhor descoberta pelo voto popular”.

Mais do que isso, uma questão mais óbvia é que o hard fork do Bitcoin Unlimited é contencioso e perigoso na natureza, pois ele irá inevitavelmente levar a uma divisão da blockchain.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment