Bithumb invadida. Mais de US$30 milhões roubados

A corretora coreana de criptomoedas, Bithumb, anunciou suporte aos Tokens OmiseGO (OMG) e Kyber Network (KNC).

Publicado em 20 de junho de 2018 por

A Bithumb, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo, suspendeu a retirada de fundos após um roubo de 35 bilhões de won sul-coreanos (aproximadamente US$31 milhões) à plataforma. Isso foi relatado pelo Bitcoinist.

Representantes da plataforma de negociação informaram que o ataque ocorreu entre a noite de terça-feira e o início da manhã de quarta-feira, horário coreano. Apesar do fato de a Bithumb ainda não ter especificado quais criptomoedas foram roubadas, a gerência do site prometeu que todas as perdas dos usuários serão reembolsadas.

Os ativos remanescentes da plataforma foram transferidos a uma carteira fria. Além disso, a administração da bolsa pediu aos usuários que “parassem imediatamente de fazer depósitos em criptomoedas até que uma nova mensagem fosse publicada”.

Contra o pano de fundo desta notícia, o mercado de criptomoedas demonstrou uma ligeira queda na capitalização: ao longo do dia passado, o preço médio ponderado do Bitcoin diminuiu em 1,5% (antes do aparecimento de informações sobre o ataque contra Bithumb, a Primeira Moeda vinha demonstrando um crescimento moderado).

Acompanharemos de perto a situação.

Vale ressaltar que há pouco mais de uma semana, outra corretora sul-coreana foi hackeada. Foi o caso da Coinrail, que teve mais de 40 bilhões de won (cerca de US$37,28 milhões) roubados de sua plataforma.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment