BitIndia, a ICO que promete mudar a negociação de criptomoedas na Índia.

Prezados leitores, conforme falamos aqui, a Bitindia lançou recentemente sua ICO, onde pôs à venda publica seus tokens. Fomos mais a fundo desta vez e fizemos uma análise desta ICO das funcionalidades dos tokens BI.

Publicado em 6 de outubro de 2017 por

O mercado

Para entender melhor esse mercado em que a BiTIndia planeja entrar, é preciso primeiro entender como ele funciona. A Índia tem hoje a segunda maior população do mundo. Sendo um país emergente, apresenta ainda um alto grau de desequilíbrio social e muita corrupção na politica. A forte crise desencadeada esse ano pela retirada de maiores nota de circulação mostrou ao povo indiano que é preciso reservar seus recursos de forma que o governo não tome tudo da noite para o dia. Esse mercado extremamente grande e cheio de oportunidades é o alvo da BitIndia.

A BitIndia

De olho no mercado indiano, a BitIndia realizará uma ICO na qual planeja levantar fundos que ajudarão na criação de uma carteira de criptomoedas e uma Exchange.

Publicidade

Publicidade

A plataforma planeja trabalhar com a mais variada quantidade de criptomoedas possível, possibilitando à população do país não só a compra de criptomoedas, mas também a escolha de um portfolio diversificado.

A plataforma também visa tornar fácil o uso de criptomoedas no dia a dia possibilitando o uso da carteira como uma forma de pagamento rápido e fácil no comercio local.

Com esse projeto, a startup planeja elevar de 5% para 20% o uso de criptomoedas no país, o que seria um grande salto para o mercado como um todo, pois como já explicamos, a Índia possui a segunda maior população do mundo.

Publicidade

Publicidade

O Token da BitIndia

No momento, a plataforma vem realizando a pré-ICO de seus tokens nativos. Esses tokens são ERC-20 – tokens que rodam na rede Ethereum. A empresa planeja lançar 134 milhões de tokens que custarão em media US$0,80, a contribuição mínima será para a compra de 50 tokens e a máxima de 40.320.000 tokens.

A empresa informa aos interessados que o Token segue o modelo estritamente exigido pelo governo, por isso seus detentores não possuirão porcentagem nos lucros, sendo o token somente uma moeda dentro de um ecossistema próprio.

A BitIndia anunciou que estaria promovendo a venda do pré-token público a partir de 11 de outubro até 11 de novembro de 2017. A venda de token público começaria no 11 de novembro e duraria até 11 de dezembro de 2017.

Nome de peso

A empresa conta com vários nomes em seu desenvolvimento, mas talvez o mais ilustre deles seja o de John Mcafee, criador do antivírus que leva seu nome e um dos mais ardentes defensores das criptomoedas nos dias atuais.

Planos para o futuro

Espera-se que a BitIndia assuma a estrutura legal em outubro e o alfa da carteira seja lançado até novembro. A negociação de token provavelmente será iniciada em dezembro de 2017 com o lançamento da corretora de câmbio BitIndia em abril de 2018. O objetivo final para a BitIndia é assegurar que 25% do comércio global de Blockchain tenha lugar da Índia até 2022.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment