Bitjob.io: um novo mundo de oportunidades para estudantes

bitjob oportunidade emprego estudantes

Publicado em 11 de julho de 2017 por

A nova startup bitJob.io está construindo um mercado de trabalho especialmente desenvolvido na Blockchain Ethereum com o intuito de ajudar estudantes a se conectarem com empresas e indivíduos que ofereçam pequenos trabalhos freelance online.

Com esse tipo de solução, especialmente uma que rode dentro da segurança de uma Blockchain, a bitJob acredita poder auxiliar muitos estudantes que encontram dificuldades em conciliar o tempo entre trabalho e estudo.

Publicidade

Publicidade

Enquanto estão na faculdade ou fazendo um curso técnico, os estudantes se deparam com dois problemas recorrentes: a falta de dinheiro enquanto estão conseguindo sua profissionalização e a pouca, ou nenhuma, experiência ao se formar.

Nesse meio tempo, essa imensa força de trabalho passa despercebida às empresas, que encontram extrema dificuldade em conseguir trabalhadores temporários de qualidade que caibam em seu orçamento.

A solução da bitJob para o desemprego estudantil

Até agora, os estudantes tinham que trabalhar em trabalhos de meio período irrelevantes ao seu currículo, na maioria das vezes, ganhando nenhuma experiência que valha a menção em seu currículo.

Publicidade

Publicidade

Contudo, com a bitJob, uma solução de mercado de empregos temporários descentralizada e P2P, os estudantes poderão conseguir o bastante para atravessar seu período de estudos gastando menos tempo e, ao selecionar serviços que sejam condizentes com sua formação em andamento, ainda ganhar experiência.

Atualmente, a nova plataforma da bitJob está iniciando uma fase híbrida que dará aos estudantes e aos empregadores a opção de fazer transações tanto por PayPal quanto através de tokens STU.

As plataformas tradicionais de freelance

freelance plataforma bitjob

Algumas das maiores plataformas de freelance que existem na internet hoje são: Freelancer, UpWork, Workanda, entre outras. Contudo, todas elas possuem uma coisa em comum, agregam taxas imensas a cada trabalho feito e pago através delas.

Fora isso, para conseguir receber um pagamento através de qualquer uma dessas plataformas para sua conta corrente, é necessário pagar por conversões caríssimas para sua moeda local e até mesmo aguentar dias e mais dias de espera para retirar o dinheiro, seja por PayPal ou por envio bancário.

Aceitando um trabalho na bitJob essa situação se torna muito mais simplificada, uma vez que os pagamentos feitos em criptomoedas chegam a posse do destinatário em questão de segundos, podendo até mesmo ser retirada no mesmo dia para moeda fiduciária.

Contudo, a maior vantagem é não perder uma taxa imensa na conversão bizarra que algumas destas plataformas fazem ao passar os USD ou EUR ganhos para sua moeda corrente, como no caso do Brasil, o Real.

Nas palavras do próprio CEO e fundador da bitJob, Dror Medalion:

“A plataforma bitJob foi especialmente desenhada para atrair estudantes para o ecossistema de blockchain, educando a próxima geração na descentralização. O mercado de empregos será uma plataforma semi-descentralizada, usando tanto meios centralizados de pagamento (moedas fiduciárias) quanto meios descentralizados, como moedas digitais. Com isso, damos um primeiro passo em direção da adoção em massa da tecnologia Blockchain”.

 

ICO e token STU

crowdsale bitjob stu agosto

O token STU será a criptomoeda nativa da plataforma bitJob, podendo ser usada para pagar e receber por serviços sem ter que se envolver com outros provedores de pagamento de alto custo.

Durante a fase de crowdsale do projeto, a equipe de desenvolvimento da bitJob planeja angariar uma quantia de US$ 100 milhões no total. Durante esse período serão distribuídas todas as unidades de STU (100.000.000), as quais não voltarão a ser criadas.

A pré-ICO do token STU será aberta em 2 de agosto, e será por tempo limitado, oferecendo a oportunidade de compra com bônus para os primeiros investidores. Já a ICO está marcada para iniciar em 12 de setembro, com duração de trinta dias a contar da data de sua iniciação.

Para saber mais sobre o projeto, veja o white-paper, ou então, fale diretamente com a equipe do projeto através do Slack e Telegram brasileiro da bitJob. Fora isso, você pode acessar o site deles clicando aqui.

Publicidade

Publicidade

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment