Bitnation o sonho de um mundo sem fronteiras

Bitnation um mundo sem fronteiras, será isso possivel? Um mundo onde não existam governos, religiões e nem fronteiras para todos aquele que nasceram livres

Publicado em 20 de novembro de 2016 por

A Bitnation, iniciativa baseada uma blockchain de Governance 2.0 liderada pela carismática fundadora Susanne Tarkowski Tempelhof, lançou um primeiro alfa de sua plataforma colaborativa, a Bitnation Pangea para DIY Governance. O lançamento nomeado como alfa 0.1.0, o que torna claro que ele ainda não é estável ou completo. No entanto, o roteiro é nada menos do que revolucionário e poderia ter um impacto significativo.

Bitnation

“Bitnation é um Sistema Operacional de Governança 2.0, projetado para perturbar o oligopólio dos Estados-nação, oferecendo serviços de governança mais convenientes, seguros e econômicos”, Tarkowski Tempelhof, pensadora e ativista sueca, que passou anos trabalhando como empreiteira em várias zonas de conflito, Disse. “À medida que o mundo se afasta progressivamente do atual paradigma geográfico das nações-estado devido à globalização, deixa espaço para uma nova solução sair de suas cinzas, onde os prestadores de serviços governamentais competem oferecendo melhores serviços, em vez de manter um monopólio geográfico usando de violência”.

Publicidade

Publicidade

Bitnation Pangea

download

Bitnation Pangea quer ser a primeira nação virtual impulsionada por blockchains do mundo, capaz de fornecer todos os serviços que os governos tradicionalmente fornecem e substituir o sistema estatal por uma forma voluntária de governança. O objetivo final da Bitnation é criar um mundo novo onde todos possam escolher a nação que preferem, várias nações, ou nenhuma, e até mesmo criar sua própria nação na plataforma Bitnation.

“Atualmente o mundo gira em torno de uma alternativa global, organizado no estilo da Nações Unidas que no final das contas poderia ser até pior do que os sistemas que temos atualmente” disse Tempelhof. “O objetivo da Bitnation é prevenir isso, através do precedente de provedores de serviço voluntários, impulsionados pela tecnologia de blockchain do Bitcoin, efetivamente criando um protocolo de ‘criptonação’ open source”.

Publicidade

Publicidade

A espinha dorsal da plataforma consiste no sistema da identificação e de reputação (o passaporte da Bitnation), no sistema de resolução de disputas, no notário público e em uma biblioteca da aplicação do DIY Governance (D) onde outros podem criar, transferir, compartilhar ou vender seus próprios apps de governança. Os serviços planejados incluem casamento, testamentos, contratos de assistência à infância, certidões de nascimento, títulos de propriedade, incorporação corporativa e comércio de ações, seguro desemprego, pensões, seguro de saúde, segurança e diplomacia.

A versão alfa, que é atualizada em tempo real em resposta aos comentários dos usuários nos grupos de discussão Bitnation, já inclui alguns recursos interessantes, como a possibilidade de registrar e timestamp um documento sobre o blockchain.

A comprovação de que o conceito funciona incluem o primeiro casamento registrado na blockchain e o primeiro passaporte em blockchain. A Bitnation também desenvolveu e testou os títulos de terra de bricolagem trabalháveis gravados na blockchain em Gana, onde 70% da terra não possui títulos adequados, essa falta de documentos dificulta empréstimos e investimentos nessas terras.

A Bitnation, depois de analisar muitas blockchain baseadas em protocolos, se uniu com a Horizon e a Blocknet para desenvolver a primeira implementação da Pangea. Enquanto a blockchain da Horizon é usada na versão alpha, a tecnologia Blocknet permitirá a Pangea suportar outras blockchains. De acordo com Tempelhof, futuros lançamentos do Pangea não serão limitados a altcoins, mas capaz de usar  blocos do Bitcoin em si, que oferecem muito para o futuro do projeto.

“Bitnation é um conceito inovador, e estamos muito animados por fornecer uma plataforma que poderá ser desenvolvida para muito além de onde esta agora”, disse Arlyn Culwick um membro do núcleo da Blocknet. “Acreditamos que a Blocknet, permitirá um intercalamento aberto de serviços, desbloqueando o pleno potencial desta tecnologia baseada em blockchain”.

O futuro pensado pela bitnation

“A Bitnation é uma ideia revolucionária, uma ideia que acreditamos que vai mudar radicalmente o mundo para melhor”, disse Tempelhof em um comunicado de imprensa. “No entanto, ser o primeiro do mundo a desafiar o estado-nação, construindo uma frente de prestação de serviços melhor usando a tecnologia blockchain, nem sempre é fácil de implementar.”

É claro que um dos principais desafios é o financiamento. Portanto, a equipe Bitnation, que até agora tem confiado principalmente em voluntários, está à procura de uma quantidade moderada de investidores para colocar suas operações em um terreno mais sólido.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment