BitPay recusou-se a aceitar hard fork e continuará seu trabalho em 1º de agosto

Publicado em 28 de julho de 2017 por

A processadora de pagamentos em Bitcoin, BitPay informou que, apesar do provável hard fork da rede, não planeja interromper seu trabalho.

BitPay não vai parar em 1º de agosto.BTCSoul.com

Publicidade

Publicidade

De acordo com a declaração da empresa, no momento é possível ver uma série de propostas para melhorar a rede do Bitcoin, que são acompanhadas por uma grande quantidade de informações não confiáveis ​​sobre as regras de consenso na rede Bitcoin e a ativação das atualizações correspondentes.

De acordo com a BitPay, as regras de consenso são determinadas pelos mineiros, que determinam quais transações devem ser processadas.

“Se os mineiros adotarem novas regras de consenso, os operadores de nodos completos, se quiserem continuar a validar os blocos de transação, precisarão atualizar seu software”, disse a BitPay em uma declaração.

Publicidade

Publicidade

A empresa também observa que ultimamente tem havido muita atenção da mídia para 1.º de agosto como uma data em que o hard fork do Bitcoin pode ocorrer e, como resultado, o mau funcionamento da rede.

“Para que ocorra uma falha real na rede, é necessário que a maioria dos mineiros passem para a cadeia concorrente. No potencial, isso representaria uma ameaça ao processamento das transações após a separação”, disse a BitPay.

Também é observado que, uma vez que a comunidade Bitcoin já ativou as mudanças nas regras do consenso, não deve haver separação ou interrupção da mesma.

“Continuaremos a monitorar os desenvolvimentos, mas nesta fase, a BitPay não planeja parar o trabalho em 1º de agosto”, concluiu a empresa.

No entanto, como os representantes da comunidade já observaram nos comentários que, uma vez que a BitPay vem dizendo que as regras de consenso na rede de Bitcoins são determinadas pelos mineiros, ela não entende perfeitamente o que, de fato, é o Bitcoin.

BitPay não vai parar em 1º de agosto.BTCSoul.com

Com sede em Atlanta, na Geórgia, a BitPay é o maior serviço até à data, processando pagamentos em Bitcoins. Graças às soluções da BitPay, empresas e comerciantes (por exemplo, Steam) podem aceitar moeda criptográfica como pagamento, sem se preocupar com seu curso atual.

Em maio de 2016, a BitPay, em parceria com a Visa, lançou seus próprios cartões Bitcoin de débito, através dos quais os usuários da plataforma podem baixar fundos na moeda criptográfica, pagar por compras através de terminais de PDV (Ponto de Venda) e retirar dinheiro em caixa em caixas eletrônicos. Hoje, os cartões BitPay oferecidos estão disponíveis praticamente em todo o mundo.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment