Graft Blockchain lança rede principal antes do esperado

Graft, a primeira rede de Blockchain de pagamentos de código aberto designada a Pontos de Vendas, se moveu antes do esperado e conseguiu lançar sua principal rede em 16 de janeiro de 2018, antes do começo da Oferta Inicial de Moedas (ICO)   – que começa no dia 18 de janeiro.

Publicado em 19 de Janeiro de 2018 por

Graft, a primeira rede de Blockchain de pagamentos de código aberto designada a Pontos de Vendas, se moveu antes do esperado e conseguiu lançar sua principal rede em 16 de janeiro de 2018, antes do começo da Oferta Inicial de Moedas (ICO)   – que começa no dia 18 de janeiro.

Esse é um raro projeto de ICO que possui sua própria Blockchain. A equipe é tão dedicada às criptomoedas convencionais e às soluções “Merchant-friendly” que desenvolveu uma Blockchain construída ao redor de processos e sistemas de comércio, juntando as mais avançadas técnicas no espaço e resolvendo problemas referentes a outras criptomoedas. Logo, os comerciantes da plataforma serão capazes de aceitar criptos em seus pontos de venda tão facilmente quanto fazem com dinheiro ou cartões de crédito.

Publicidade

Publicidade

Funcionar em uma Blockchain própria separa a Graft de seus competidores que se baseiam em tokens ERC20. Como tal, a rede de Blockchain da Graft não será submetida a nenhuma condição subjacente à Blockchain do Ethereum, tais como latência e taxas, pondo a companhia em uma forte posição para que ela seja capaz de oferecer serviços otimizados de pagamento.

Desde a introdução do Bitcoin, tem-se dito que a tecnologia de Blockchain mudou o sistema financeiro para sempre. Contudo, quase dez anos após o lançamento da Primeira Moeda, não muito mudou no sistema financeiro tradicional devido ao impacto da Blockchain. Uma das razões pelas quais criptomoedas alimentadas por Blockchain não foram muito popularizadas é que muitas dessas moedas existentes não foram designadas a serem realmente efetivas como um mediador de transações – um ponto de vendas – às opções existentes, tais como cartões de crédito e débito.

No presente, utilizar Bitcoins e muitas outras criptomoedas é mais caro aos consumidores que cartões de crédito e débito – um consumidor pode pagar até US$30 em taxas. Em adição a isso, criptomoedas existentes não oferecem aos comerciantes, que ficam inseguros a respeito das implicações legais ou taxativas de aceitar pagamentos em criptomoedas, a liberdade de decidir em quais moedas (criptográficas ou físicas) sacar seu dinheiro. A Graft está em uma missão de resolver esses problemas existenciais e popularizar a aceitação de criptomoedas.

Publicidade

Publicidade

Transações na rede Graft seriam confirmadas em tempo real, sendo que suas taxas de transação seriam uma fração daquelas existentes para outras criptomoedas – além disso, será dirigida pela quantidade de transações ao invés do tamanho das transações, tal como acontece no Bitcoin. A rede Graft também será desenvolvida para encorajar micro transações. Por fim, a plataforma trabalha com sistemas existentes de pagamento e infraestrutura, permitindo que comerciantes aceitem pagamentos tanto em moedas locais quanto em criptomoedas. Em outras palavras, a Graft permite que pagamentos criptográficos funcionem tão fácil e convenientemente quando MasterCard, Visa e Amex.

A ICO Graft ocorrerá entre 18 de janeiro e 18 de fevereiro, com um hard cap de US$25 milhões. Não perca a chance de contribuir previamente e receber um bônus de 10% nas primeiras 48 horas. Se você está interessado na ICO da rede Graft, poderá encontrar mais informações abaixo:

Website: Graft Blockchain

Twitter: Graft Blockchain Twitter

Facebook: Graft Blockchain Facebook 

Telegram: Graft Blockchain Telegram

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment