Blockchain.info explica sua posição quanto a Segwit2x

Representantes da popular carteira de Bitcoin, Blockchain.info declararam que, em caso de ativação do Segwit2x – hard fork planejado para ocorrer no bloco no número 494 784 –apoiará a Blockchain mais longa, com o maior hash e o reconhecerá como o Bitcoin "real".

Publicado em 13 de outubro de 2017 por

Representantes da popular carteira de Bitcoin, Blockchain.info declararam que, em caso de ativação do Segwit2x – hard fork planejado para ocorrer no bloco no número 494 784 –apoiará a Blockchain mais longa, com o maior hash e o reconhecerá como o Bitcoin “real”.

Publicidade

Publicidade

Conforme observado no blog da empresa, se a Blockchain com menos apoio dos mineiros gerar blocos de 1 MB, a Blockchain.info o chamará de BC1. Se, por outro lado, uma cadeia com um hash menor gerará blocos de 2MB, então será chamado BC2.

Além disso, a empresa avisou os usuários sobre a possível suspensão temporária do comércio de Bitcoin devido à provável instabilidade da rede. Ao mesmo tempo, os representantes da Blockchain.info asseguraram aos clientes que os ativos criptográficos estariam completamente seguros.

A posição tomada pela Blockchain.info com relação ao hard fork Segwit2x causou desconfiança e descontentamento entre muitos usuários de redes sociais:

“Esta empresa afirmou que pode, a seu critério, roubar seus Bitcoins e substituí-los por sua versão falsa. Não se deixe enganar!”

… e alguns usuários começaram a retirar fundos desta popular carteira de Bitcoin.

“Eu tirei todos os bitcoins de lá e fechei minha conta. Adeus, blockchain.info “

Mais cedo, o fornecedor da carteira de Bitcoin, Xapo, fez uma declaração semelhante e entrou na “lista negra” do Bitcoin.org, que inclui empresas que suportam o acordo de Nova York sobre a ativação do SegWit2x.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment