BlockPay adiciona DASH como forma de pagamento

O DASH tem uma parceria com a plataforma de pagamentos BlockPay para permitir sua utilização para compras no ponto de venda (PDV) de bens e serviços.

Publicado em 25 de fevereiro de 2017 por

O DASH tem uma parceria com a plataforma de pagamentos BlockPay para permitir sua utilização para compras no ponto de venda (PDV) de bens e serviços.

A colaboração é apenas a última de uma série bolas dentro para a moeda, que está sendo negociada em preço recorde, atingindo a casa de US$ 26 nesta sexta-feira.

Publicidade

Publicidade

A ferramenta POS do BlockPay, baseada em Munique, facilita a criptocorrência como método de pagamento, proporcionando uma forte concorrência às empresas de cartões por não cobrar taxas dos comerciantes.

Embora a plataforma suporte Bitcoin e Ethereum, entre outros, o CEO e co-fundador Christoph Hering disse em um comunicado de imprensa que Bitcoin era “pouco atrativo” para uso diário.

“A velocidade de transação anda lenta, as altas taxas de transação e a natureza especulativa do Bitcoin tornam-no algo pouco inteligente para o consumo diário”, comentou Hering. “Nós adicionamos o Dash porque vemos um enorme potencial na comunidade Dash, que é muito ativa, e na tecnologia de escala subjacente do Dash”.

Publicidade

Publicidade

Os comentários parecem ser irônicos, dado o preço de negociação das Altcoins superiores – incluindo o DASH – que vem aumentado apenas devido ao Bitcoin estar atingindo máximos invisíveis.

No entanto, o entusiasmo no ativo não está mostrando sinais de arrefecimento, como o CEO da BitMEX, Arthur Hayes, demonstrou quando lançou o DASH em sua  exchange na semana passada.

O relacionamento do DASH com a BlockPay, entretanto, remonta a algum tempo, tendo recebido uma versão inicial em agosto do ano passado.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment