Blockshipping trazendo o mercado de transportes para o seculo XXI

O mercado de transporte hoje movimenta bilhões de dólares e tem que coordenar milhares de containers, portos, alfandega e muitos outros serviços. Apesar de ser um mercado milionário, o transporte sofre de graves deficiências – entre elas, a perda de mercadorias, o atraso nas entregas e as fraudes.

Publicado em 17 de Maio de 2018 por

A fim de revolucionar o setor de transporte de contêineres, a Blockshipping está desenvolvendo a Global Shared Container Platform (GSCP), primeiro registro em tempo real dos aproximadamente 27 milhões de contêineres do mundo com inconformações necessárias à todos os participantes do setor, incluindo portos, terminais, empresas de transporte, e é claro que os benefícios chegarão também aos consumidores finais. A plataforma GSCP permitirá que os agentes do setor gerenciem com eficiência todos os tipos de transações relacionadas ao manuseio de contêineres.

Ademais, baseada em Blockchain, a plataforma GSCP tem potencial para reduzir os custos globais do setor de transporte marítimo em cerca de US$5,7 bilhões por ano. No que diz respeito à sustentabilidade, a GSCP poderá reduzir as emissões globais de CO2 em mais de 4,6 milhões de toneladas a cada ano.

Publicidade

Publicidade

Recepção da Blockshipping pelo mercado

Diante da demanda por um desenvolvimento econômico mais orgânico, sustentável e eficiente, os benefícios oferecidos pela Blockshipping logo ganharam destaque. Pouco tempo após anunciar seus planos, o tema se espalhou pela mídia e centenas de artigos foram publicados à respeito da plataforma. No Telegram, o grupo da startup possui hoje mais de 11,3 mil membros. Além disso, a Blockshipping conta  também com o importante apoio da indústria naval.

O projeto

Peter Luvigse, agente atuante da indústria de containers há 39 anos e ex CIO da Maerk Line, operadora de logística, é o criador e idealizador da Blockshipping.  Segundo ele, o setor de transporte de contêineres corresponde a cerca de 60% de todo o comércio marítimo do mundo. No entanto, há anos esse segmento vem passando por problemas relacionados às baixas taxas de frete, excesso de capacidade, ameaças à segurança e impacto ambiental.

Assim, diante das necessidades globais de aumento da eficiência em todos os âmbitos do setor, e a fim de garantir a rentabilidade e sustentabilidade, a plataforma GSCP surge como uma resposta, pois além de oferecer registro de todas as operações trazendo maior eficiência, oferecerá meios para um processo mais responsável em termos ambientais. 

Publicidade

Publicidade

Como participar da venda pública?O evento público de geração de tokens da Blockshipping foi lançado na última segunda-feria, dia 14 de maio. Os colaboradores do evento precisarão se registrar no portal e preencher uma verificação do protocolo KYC (Know Your Client). Contribuições podem trocar Ethereum, Bitcoin ou transferências bancárias (USD, EUR, DKK ou via cartão de débito ou crédito) por tokens. A Blockshipping é alimentada por dois modelos específicos de token que oferecem benefícios exclusivos aos colaboradores. Sendo eles: Container Platform Token (CPT), token utilitário interno; e o Container Crypto Coin (CCC), token de compartilhamento externo de receita.   O token CPT é a moeda padrão para a compensação e liquidação de transações entre os players do setor, enquanto o token CCC é um token de dividendo que garante aos detentores uma porcentagem da receita gerada pelas taxas de transação na plataforma.Para saber mais, acesse o site oficial do projeto ou cheque as redes sociais da startup:Facebook | Twitter | Telegram

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment