A Blockstream introduziu o aplicativo final da Lightning como parte da "Semana LApps": uma "Jukebox" da Lightning. Como os próprios desenvolvedores notaram, o aplicativo foi projetado principalmente como um meio de entretenimento: ele serve como um bom exemplo de como até mesmo um dispositivo tão arcaico pode ser atualizado com a ajuda da tecnologia Lightning Network.

O desenvolvedor de Bitcoin e soluções de Blockchain, Blockstream, anunciou o lançamento de um sistema de processamento de micro pagamentos. Segundo afirmado pela empresa, esse sistema é de mais simples utilização pelos usuários, pois torna mais fácil a criação de novos aplicativos com base no protocolo Lightning Network.

A solução foi chamada de Lightning Charge e complementa a implementação já existente no protocolo da rede Lightning, o “c-lightning”.

“Todas essas adições ajudarão os desenvolvedores a criar suas próprias infraestruturas independentes para pagamentos na web com base no c-lightning”, diz o blog.

O Lightning Charge está escrito em node.js, sendo que suas principais funções são acessíveis através da API, que faz parte do Projeto Elements da Blockstream.

Como informado por nós anteriormente, para demonstração das possibilidades da Lightning Charge, a Blockstream lançou uma loja on-line que suporta pagamentos Lightning, contudo, vale ressaltar que, embora os produtos sejam genuínos, a loja serve apenas para testar as capacidades do protocolo Lightning Network.