Bolsas de Bitcoin na China podem continuar congeladas

Os reguladores da China estão considerando a suspensão de todas as ICOs

Publicado em 9 de março de 2017 por

Os usuários e comerciantes de Bitcoin na China podem enfrentar uma nova espera para que os serviços sejam restaurados nas principais bolsas do país.

Enquanto a BTCC, Huobi e OKCoin anunciaram ontem que haviam completado os upgrades técnicos solicitados pelo Banco Popular da China (PBoC), especialistas legais locais acreditam que uma decisão provavelmente será adiada até o final do Congresso Nacional do Povo, que une os legisladores até 15 de março.

Publicidade

Publicidade

O consultor de serviços financeiros, Zennon Kapron, autor que escreveu sobre o relacionamento da China com o Bitcoin, por exemplo, acredita que é “improvável” que qualquer mudança nas posições atuais do sistema regulador chinês seja feita antes disso.

As retiradas de Bitcoin nas principais bolsas foram suspensas desde o dia 9 de fevereiro, quando a Huobi e a OKCoin revelaram que suspenderiam suas operações por um mês para atualizar seus sistemas de Anti-Money Laundering (AML).

A BTCC, que originalmente prometia um rápido retorno aos serviços, eventualmente disse que iria atrasar seu retorno por um mês, e as bolsas menores seguiram seu exemplo em seguida.

De acordo com a Kapron; Roland Sun, líder legal do consórcio blockchain, ChinaLedger, disse que as bolsas provavelmente não abrirão  “esta semana ou na próxima” devido ao congresso.

Para aumentar ainda mais a especulação geral, a bolsa de Bitcoin Yunbi, baseada na China, que era uma das poucas que não tinha suspendido suas retiradas, anunciou ontem que deixaria de permitir operações em Bitcoin e Litecoin.

A corretora declarou:

“Devido à incerteza da AML e seu tempo de atualização do sistema, o tempo de retomada não foi determinado.”

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment