A BTC-e, publicou ontem um plano para voltar ao trabalho: lançou hoje novamente um site no domínio. Nz, que nunca foi confiscado pelo FBI.

A BTC-e, publicou ontem um plano para voltar ao trabalho: lançou hoje novamente um site no domínio. Nz, que nunca foi confiscado pelo FBI. Externamente, o site parece o mesmo de antes, mas em vez das citações cambiantes dos pares comerciais, os zeros estão em toda parte.

Os usuários podem acessar o site com suas credenciais antigas, após um login bem-sucedido, é sugerido redefinir a senha e as chaves 2FA. Os saldos dos usuários estão preservados no momento do fechamento da corretora de criptomoedas (pode não estar certo para todos), mas na guia Finanças, sob o saldo em cada moeda, havia uma linha com a moeda token correspondente, que por enquanto está com o valor igual a zero.

O único que permanece completamente inalterado é o bate-papo, um trollbox, mas o número de pessoas que querem entrar para trocar ideias e informações é bem pequeno.

Obviamente, a corretora de criptomoedas deu esse passo apenas para acalmar os usuários ressentidos com a demora de ontem no novo lançamento e a capacidade de retirar parte de seus saldos. Entretanto, o lançamento real ainda não está pronto. Este passo é encorajador, embora os usuários da MtGox ainda pudessem ver seu dinheiro até agora e admirar seus balanços algum tempo após o encerramento. Esperemos que essa história não aconteça novamente.