shelley cardano

O Cardano está atualmente se preparando para a próxima grande atualização, confirmada para antes do primeiro trimestre desse ano. Agora, Charles Hoskinson revelou que está prestes a rever a mecânica de delegação do Cardano.

Hoskinson está finalizando a delegação de mecânica

Mais especificamente, Hoskinson twitou que estava prestes a viajar para Berlim para participar de um workshop interno. Em seu tweet, ele salientou que tinha 50 páginas de pura matemática para ler e entender antes de finalizar as mecânicas de delegação do Cardano.

O próximo grande lançamento do Cardano chama-se Shelley – nomeada assim em homenagem à escritora britânica Mary Shelley.

Curiosidade: Mary Shelley era esposa de Percy Bysshe Shelley, um amigo próximo de Lord Byron – o homônimo da atual fase do Cardano.

Essas notícias são especialmente intrigantes, visto que a finalização da mecânica de delegação permanece sendo um dos maiores obstáculos a ser superado antes do lançamento completo da Shelley, que promete conceder ao Cardano mais descentralização, 1 mil pools de participação e autonomia completa.

Se realizado, tudo isso tornaria o sistema do Cardano o mais descentralizado do mercado. Hoskinson recentemente declarou que o Cardano se tornaria cerca de 100 a 50 vezes mais descentralizado que o Ethereum, Bitcoin e EOS. Parece que o cenário está positivo para o Cardano no ano de 2019.

Iniciativa “Transform Africa” da Cardano está progredindo

IOHK anteriormente anunciou que estava “se envolvendo” na Uganda, que visitou Ruanda e que o governo etíope assinou um acordo com o Cardano em 2018. Agora, Hoskinson recentemente compartilhou um link para a inciativa no qual declarou o “quão orgulhoso” estava de seus estudantes.

A iniciativa visa ensinar aos africanos a linguagem de programação “Haskell”, que os permitirá ajudar no futuro desenvolvimento do Cardano. O tweet de Hoskinson, dessa forma, destaca que seu projeto continua a se mover adiante.

Isso veio em um contexto em que recentes dados da CoinCodeCap revelaram que o Cardano foi a moeda mais desenvolvida de 2018, recebendo cerca de 46 mil commits de repositórios de código durante o período. Essa quantidade é surpreendente, dado que a segunda moeda mais desenvolvida do ano, o Augur, contou com apenas 22 mil commits.