Pesquisadores da Chainalysis descobriram que de dezembro de 2017 a setembro deste ano, o volume de transações para o processamento de pagamentos em Bitcoin diminuiu em cerca de 80%. Isso foi relatado pela Reuters.

Em dezembro, processadores de pagamentos, incluindo o notório BitPay, processou operações que totalizaram US$427 milhões. Contudo, em setembro de 2018, este montante foi de apenas US$96 milhões. Num contexto similar, a Coinpayments, por exemplo, reportou uma queda de duas vezes no volume de transações de janeiro a outubro.

Esse estudo foi conduzido tendo como base os dados obtidos de 17 processadores de Bitcoin.

Em contraste com o dramático declínio no processamento de Bitcoin, a Lightning Network (LN) está gradualmente se desenvolvendo – este protocolo de segundo nível permite que os usuários executem transações instantâneas e praticamente grátis entre participantes da rede, o que ajuda a resolver o problema de dimensionamento do Bitcoin.